12 junho 2020

Morre o cantor Porca Véia

Cantor Porca Véia morreu nesta sexta-feira aos 68 anos, em Novo Hamburgo (foto arquivo pessoal)
A música e cultura gaúcha perdeu um de seus principais expoentes na tarde desta sexta-feira (12). O cantor nativista Élio da Rosa Xavier, mais conhecido como "Porca Véia", morreu aos 68 anos no Hospital Regina, em Novo Hamburgo, onde estava internado. Ele sofreu duas paradas cardíacas e não resistiu. Com insuficiência renal, fazia seções de hemodiálise três vezes por semana.

Fundador do Grupo Cordiona e autor de sucessos como "Lembranças", "De Alma Serrana", "Do Jeito que Deu" e "Gaiteiro Por Demais", Porca Véia possui 21 CDs e 3 DVDs gravados, além de dois discos de ouro. Nascido em Lagoa Vermelha em 2 de março de 1952, Porca Véia se consagrou por levar a simplicidade do gaúcho e o cultivo às tradições, além do regionalismo.

Até os 16 anos, era produtor rural e depois se dedicou à carreira artística, que já lidava desde os seis anos de idade. O apelido veio da época em que ele realizou um Curso Técnico Agrícola, pegou e tornou-se sua marca registrada. Participou de muitos festivais e apresentou-se com Kleiton e Kledir nas melhores casas de espetáculo do Brasil, como o Canecão do Rio de Janeiro e no Palace em São Paulo. Foi aluno dos Irmãos Bertussi, a quem ele sempre reverenciou nos palcos, através da “música Bertussi”. Porca Véia veio várias vezes a São Gabriel.

Recebeu vários títulos, como cidadão Honorário, comendador da Brigada Militar, Amigo da Brigada e Destaque Musical. Depois de 33 anos nos palcos, Porca Véia anunciou sua saída dos palcos, no dia 28 de dezembro de 2013, no pavilhão da Festa da Uva, em Caxias do Sul, em um grande espetáculo prestigiado por quase 5 mil pessoas.

Acometido de algumas doenças como diabetes e insuficiência renal, Porca Véia passou por um transplante de rim em 2018, mas seu organismo rejeitou o órgão e ele voltou a fazer hemodiálise com grande frequência. Deixa a esposa Claudinéia Bossardi e quatro filhos, além de uma legião de fãs e amigos. A todos, o Movimento Tradicionalista Gaúcho, através de sua diretoria, entidades filiadas e associados, manifesta sua total solidariedade.

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações do MTG, jornais Semanário e Diário da Manhã 
Data: 12/06/2020 15h27
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário: