25 junho 2020

Cozinheiros do Bem recebe uma ajuda de peso: Gisele Bündchen

Trabalho social realizado por coletivo idealizado por Julio Ritta recebeu o apoio da übermodel Gisele Bündchen, que indicou o projeto para receber um aporte de 75 mil para compra de donativos à população de rua (fotos divulgação)
O trabalho do coletivo Cozinheiros do Bem, idealizado e coordenado por Julio Ritta, conhecido de nós gabrielenses, recebeu um reforço de peso vindo da outra ponta das Américas. Ele recebeu uma ligação de Nova York que garantiu R$ 75 mil para a compra de donativos à população de rua e comunidades carentes da capital. Nada mais, nada menos do que a supermodelo gaúcha e internacional Gisele Bündchen, que escolheu o projeto para receber este recurso.

A modelo lançou, junto com a BrazilFoundation, um fundo criado para apoiar causas emergenciais durante a pandemia de coronavírus no Brasil. Nas redes sociais, a modelo marcou o Cozinheiros do Bem e outras organizações em uma publicação, com a legenda: “É realmente inspirador como as comunidades de todo o mundo estão se unindo para apoiar aqueles que estão passando por maiores dificuldades. Ouvir tantas histórias bonitas de pessoas que estão contribuindo da maneira que podem, enche meu coração”. O projeto social foi escolhido pela modelo, o que foi animador para Julio Ritta.

Trabalho do coletivo independente é o único no País em apoio à população de rua

Mesmo com a pandemia, trabalhos de apoio à comunidades carentes não pararam
O dinheiro está sendo usado na compra de 3 mil máscaras, alimentos e produtos de higiene, que devem ser distribuídos à população de rua e em comunidades carentes a partir do dia 4 de julho. "Foi bem na hora que os nossos estoques secaram que a gente recebeu essa notícia. É extremamente gratificante ver que a gente está tendo visibilidade, para que a galera lá em Nova York veja o que a gente está fazendo aqui", diz Júlio, referindo-se à cidade que sedia a BrazilFoundation.

Moradores de vilas vão receber cestas básicas, enquanto a população de rua ganhará kits de sobrevivência compostos por alimentos de fácil preparo, como latas de atum e pacotes de macarrão instantâneo. Além das marmitas, pelas quais o Cozinheiros do Bem ganhou fama. A Centro Social da Rua está ajudando essa ação. O coletivo também fará a entrega de 2,5 mil pares de tênis doados pela Paquetá e de livros de contos e poesia, fornecidos por editora parceira.

O coletivo tem recebido vários apoios, ainda mais que o trabalho de Julio Ritta, que era o guri que cantava e andava de skate nas ruas de São Gabriel, agora está fazendo ações com uma das modelos que mais enalteceu o nome do Brasil e Rio Grande do Sul mundo afora. Que criou o coletivo independente que mais ajuda pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social do Brasil e que agora, recebe esta importante ajuda que por muitas vezes, falta do Poder Público nessa hora. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações de GaúchaZH 
Data: 25/06/2020 15h06
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.