07 maio 2020

Momento histórico: Gabrielenses colam grau em Medicina na UFSM, em formatura virtual

Júlia e João Henrique são os gabrielenses que fazem parte da 100ª turma de Medicina da UFSM, que realizou formatura por videoconferência na manhã desta quinta-feira e antecipada para que profissionais atuem no combate ao coronavírus (fotos arquivo pessoal)
Na manhã desta quinta-feira (7), a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) realizou de forma virtual a colação de grau da 100ª Turma de Medicina da instituição. Prevista inicialmente para ser realizada na metade do ano, a formatura foi antecipada a pedido dos próprios formandos, e a decisão não poderia ser em momento mais apropriado: serão 59 novos médicos que estarão aptos a trabalhar na linha de frente de combate ao novo coronavírus. Dois gabrielenses estão na turma e agora são médicos formados: Júlia Silveira de Souza e João Henrique Kaczmarek Fígaro.



De acordo com a assessoria de comunicação da UFSM, a pró-reitora de Graduação da UFSM, Martha Adaime, afirmou que logo após a suspensão das atividades presenciais na Universidade, em meados de março, os formandos procuraram a coordenação do curso de Medicina e a Prograd e solicitaram o adiantamento das atividades que ainda teriam que fazer. O colegiado do curso propôs um plano de atividades, e os formandos trabalharam intensamente por 45 dias para cumprir os créditos que faltavam.  Na solenidade, apenas a oradora, Fahena Martins, foi uma das únicas alunas presente, fazendo o discurso de formatura. O restante da turma estava em suas casas usando o Meet.

“Nossos alunos anteciparam a colação, mas totalmente integralizados, ou seja, com 100% dos créditos cumpridos, o que é muito importante”, afirma Martha, lembrando que, desta forma, não houve enquadramento à Portaria 383, que o Ministério da Educação emitiu em 6 de abril, permitindo aos alunos da área da saúde se formarem com pelo menos 75% da carga horária prevista para o período de internato médico ou estágio supervisionado.

A pró-reitora salienta a importância desta iniciativa, que vai permitir aos novos profissionais passarem a atuar na linha de frente do trabalho de combate ao coronavírus, num momento em que muitos profissionais da saúde precisam se afastar, e é preciso substituí-los. 

O reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, aponta a antecipação da formatura como “mais um esforço que a Universidade Federal de Santa Maria empenha na direção do enfrentamento da Covid-19, atendendo à estratégia do isolamento”. 


A solenidade teve os formandos em suas casas e o reitor, coordenador do curso e paraninfo na Sala dos Conselhos, no prédio da Reitoria, respeitando as medidas de distanciamento. A colação, transmitida pela plataforma Farol, foi a primeira formatura por videoconferência da UFSM, mas a pró-reitora de Graduação acredita que outras poderão ocorrer neste formato, enquanto vigorar a portaria de suspensão de presencialidade.

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações da Comunicação da UFSM 
Data: 07/05/2020 17h15
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.