31 março 2020

Rosário do Sul: Denúncia aponta superfaturamento em compra de peças e diárias de ambulância acidentada

Entre as irregularidades, ambulância que acabou destruída em acidente teve compra de 30 mil reais em peças e diárias emitidas um mês após sinistro (foto reprodução RBS TV)
O repórter Giovani Grizotti trouxe mais uma denúncia de irregularidade a público, agora envolvendo a Prefeitura de Rosário do Sul. A compra de peças para uma ambulância da Prefeitura que foi acidentada em agosto de 2019 e que teve perda total, além de diárias utilizando o veículo um mês depois do acidente motivaram mais uma reportagem-denúncia que foi veiculada no Jornal do Almoço da última segunda-feira, 30 de março. A reportagem motivou várias críticas e cobranças da população para que se investigue o caso.

A denúncia foi originada do fato de que a maior parte do maquinário da Prefeitura está sucateado e há tempos sem conserto, prejudicando rosarienses que pedem estradas melhores e transporte para seus filhos. Grizotti esteve na localidade do Caverazinho, a duas horas de Rosário e conversou com moradores, que pedem providências para melhorar as estradas e também o transporte escolar que impossibilitam alunos de estar nas aulas.

A questão foi levantada pelos vereadores Rogério Ustra, que aparece na reportagem, e Jair Mendes, do MDB, que pediram informações e levaram ao conhecimento do público nas redes sociais em janeiro deste ano e que gerou polêmica na cidade. O então Secretário de Obras, José Abrelino Antunes, desabafou sobre a situação, onde de cinco máquinas pesadas, quatro estavam paradas por estarem estragadas - ele veio a se demitir do cargo nesta segunda-feira. Ele lamentou que algumas das máquinas chegam a ficar um ano paradas e quando retornam do conserto, vem pior do que estavam.

Além disso, foi apontado um superfaturamento de peças, onde uma dobradiça de uma Kombi escolar que está parada foi orçado em 4 mil reais - na internet, se acha por menos de 200 reais - e a compra de mais de 30 mil reais em peças para a ambulância que teve perda total ao retornar de Porto Alegre, onde sofreu um acidente na divisa de Rosário com São Gabriel e uma diária tirada usando o veículo que estava acidentado, um mês depois.

A Prefeitura informou na reportagem que deverá abrir sindicância para investigar a situação, que repercute mal na comunidade rosariense, em uma semana que foi anunciado que os vereadores teriam aprovado uma reposição de 4% em seus salários, também notícia estadual e após a reação da comunidade rosariense, voltaram atrás. Não houve até o momento uma manifestação oficial do Executivo rosariense sobre o caso.

Confira a reportagem veiculada na RBS TV nesta segunda-feira:




Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 31/03/2020 17h29 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.