Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Caso Paula Schultz: julgamento de acusado em andamento

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Para matar sua fome, pede uma Baita Pizza em São Gabriel! Clique aqui e saiba mais!

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Dia 22 de março - Dia Mundial da Água

Conheça o novo endereço da Pohlmann Móveis em Madeira e Decoração

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Se proteja do Coronavírus com as dicas do Sicredi

Studio H de Mana, em novo endereço

Caso Paula Schultz: julgamento de acusado em andamento

Julgamento acontece desde a manhã no fórum local. Familiares colocaram faixas pedindo justiça para a jovem, assassinada em 5 de março do ano passado pelo ex-companheiro
Está acontecendo desde a manhã desta quarta-feira (23) o julgamento de Rogério Biscaglia Righi, 34 anos, responsável pelo feminicídio da ex-companheira Paula Estefani Schultz Lopes Lacerda, morta a facadas em 5 de março de 2018 aos 23 anos quando ia para o trabalho. O júri é cercado de expectativa e pode ser concluído ainda hoje.



O julgamento transcorre na sala do Fórum local durante o dia. A primeira etapa na parte da manhã teve a leitura do processo por parte do júri e a oitiva das testemunhas pela juíza de Direito Juliana Capiotti, a Promotora Lisiane Villagrande Veríssimo da Fonseca e os advogados de defesa do réu, Gustavo Segala e Tiago Battaglin, com assistência de Bruno Aloy. O salão esteve lotado de familiares da vítima e do réu.

As testemunhas relataram sobre a relação da vítima com o réu, em sua maior parte conturbada por parte dele e que ela repetidas vezes tentou salvar a relação e que o mesmo mostrava um "comportamento perigoso". Estavam previstas para esta tarde as manifestações da Promotoria e da defesa do réu, e provavelmente se o próprio quiser se manifestar. Extraoficialmente, o julgamento deverá ser concluído hoje, mas entrará noite adentro.

Relembre o caso

Em 5 de março de 2018, a vítima se dirigia para o serviço por volta das 7h45, quando foi seguida por Rogério Righi e nas proximidades da Escola Poli, ele fechou ela na calçada, e ao descer, desferiu facadas em Paula, que veio a falecer no hospital. Ele foi detido na hora e desde então, está preso. O caso chocou a comunidade e repercutiu no Estado.

* Apenas para esclarecimento: a Justiça permitiu que a imprensa acompanhasse o júri, mas não autorizou imagens

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 23/10/2019 14h51 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: