Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Familiares de menina morta por meningite farão protesto e denunciam negligência

Casa do Sofá, agora em novo endereço! Confira!

Dia 05-12 - Grande Festa Final de Ano com Sandro e Cícero, na Seven - Realização RW Saúde dos Cabelos e Lú Couros

Inauguração da filial Porto Lanches na quinta, 10 de outubro

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Matrículas abertas no Colégio Perpétuo Socorro para 2020!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Poupança? É Sim, Sicredi - Aproveite para fazer a diferença em sua vida financeira

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Familiares de menina morta por meningite farão protesto e denunciam negligência

Mobilização organizada por Luiza (e) e familiares quer protestar por UTI Pediátrica para o município e também chamar a atenção para que pais possam buscar atendimento de saúde para filhos; familiares acusam médico e instituição que atendeu Lívia de negligência que resultou na morte de menina por demora no diagnóstico correto (foto arquivo pessoal)
Os familiares da pequena Lívia Siqueira Rodrigues, 2 anos, que morreu vítima de meningite meningocócica nesta semana, estão organizando um protesto para o domingo, 15 de setembro, para chamar a atenção para a necessidade de implantação de uma UTI Pediátrica em São Gabriel e também para protestar contra a negligência que teria ocorrido no atendimento à menina, o que pode ter sido determinante para sua morte.



Em entrevista à Rádio São Gabriel nesta manhã, sua mãe, Roze Luiza Ribeiro, informa que a mobilização está sendo organizada em grupos nas redes sociais e acontecerá a partir das 15 horas, com saída da antiga Estação Férrea. "Queremos alertar a comunidade, principalmente as mães que cuidem os sintomas que seus filhos tiverem, para poder atentar quanto aos problemas de saúde que eles podem ter, assim como sensibilizar as autoridades que busquem uma UTI Pediátrica para a cidade", afirmou.


A questão despertou polêmicas na comunidade em vários lados. A família acusa o médico que examinou a criança tanto quanto a Santa Casa de Caridade, visto que ela foi levada ao PA 24h uma semana antes de sua morte, bem como a falta de orientação correta para o tratamento certo. Foi também tentado um exame de sangue para identificar a doença, o que teria sido negado. A questão é que os trâmites para uma UTI pediátrica esbarram na burocracia imposta pelos Governos Federal e Estadual, além da alegação que já existem UTIs em Alegrete e Uruguaiana, o que está impedindo sua implantação em São Gabriel.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 06/09/2019 10h53
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: