Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Cadelinha de estimação ainda não foi devolvida para familiares

Prestigie o 45º Remate da Cabanha Santa Maria, em 7 de outubro, durante a 85ª Expofeira de São Gabriel

Dia 6 de outubro - a festa mais colorida do ano em rosário do Sul - Glow in the Dark 2

Festejos Farroupilhas de São Gabriel - confira a programação

Dia 19 de setembro, Fandango Tradicional do CTG Tarumã - animação com Garotos de Ouro

Faça o seu UnimedCARD, menos de 30 centavos por dia!

Setembro, mês da bíblia - Colégio Perpétuo Socorro

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Tchê Burger - Vai um tchê aí? Seu novo delivery de lanches em São Gabriel

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Máquina de cartões Sicredi - a máquina que vem com um parceiro de negócios

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Gás Querência - promoção apenas 75 reais o botijão, no dinheiro

Cadelinha de estimação ainda não foi devolvida para familiares

Cachorrinha Mel sumiu há dez dias e donos procuram desesperados por ela (foto divulgação)
O desaparecimento de uma cadelinha de estimação mobiliza muitas pessoas nas redes sociais. Uma poodle que tem o nome de Mel sumiu em 24 de junho e até agora não retornou para casa, tampouco foi devolvida para os proprietários que estão desesperados. As buscas continuam, até alguns bichos foram vistos mas não eram a cachorrinha em questão.



O bichinho sumiu na Rua Nery Bittencourt, Bairro São Gregório, por volta das 17h20 de sexta-feira, 24 de junho, e não foi mais visto e várias pistas foram dadas mas não se confirmaram. O sumiço completa dez dias e até agora, nenhuma pista da Mel. Quem souber alguma informação ou pista, os telefones são 997134820 ou 991105368.

As autoridades lembram que nestes casos, os proprietários devem registrar ocorrência policial e lembramos que reter um animal que já tem tutor é considerado apropriação indébita, conforme o artigo 169 do Código Penal, com detenção de até um ano.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 03/07/2019 15h05 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: