Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Cortes no Ensino Superior podem comprometer atividades da Unipampa

Prestigie o Jantar De Mãos Dadas, da Despertar e Voluntárias do Lar São João

Vem aí a Festa Junina da Pró-Down em São Gabriel. Participe!

	
Vem aí a semana do aniversário da Grazziotin. Confira as promoções

Inscreva-se para o Vestibular de Inverno da Urcamp - aproveite as oportunidades

Penha de Troca da Patronagem - CTG Plácido de Castro - 25 de maio

Prestigie a reinauguração da Cremolatto em novo endereço no Calçadão de São Gabriel

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça sua Pós-Graduação na Unopar

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Participe das aulas de musicalização com as Tolerantes

Colégio Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Cortes no Ensino Superior podem comprometer atividades da Unipampa

Cortes orçamentários anunciados pelo Ministério da Educação podem comprometer manutenção da Unipampa em todos os campi, inclusive em São Gabriel, onde instituição investe mais de 2 milhões mensais no município (foto arquivo C7)
Em São Gabriel, Universidade injeta mais de R$ 2,2 milhões na economia do município, o que pode ser reduzido com os cortes

Na última semana, a Universidade Federal do Pampa (Unipampa) recebeu a informação do Ministério da Educação (MEC) de que o bloqueio no seu orçamento de cerca de 34% dos valores discricionários, entre recursos de Outras Despesas Correntes (custeio) e Investimentos (capital). Com exceção da Ação 4002 – Assistência Estudantil, todas as demais ações tiveram valores orçamentários bloqueados. O valor total bloqueado corresponde à R$ 18.802.778,00, considerando os valores suprimidos em 18/01/2019 e valores de emendas parlamentares destinadas a Unipampa. É uma situação que preocupa porque a Universidade pode ter suas atividades comprometidas.



Segundo nota repassada pela universidade à redação, o bloqueio destes valores e, se posteriormente traduzidos em cortes, inviabilizarão o funcionamento de vários serviços da universidade. "Somos uma Instituição multicampi com 10 unidades, cinco situadas na zona de fronteira e cinco interiorizadas com a sede da reitoria em Bagé. Temos cerca de 15 mil alunos, um número expressivo para uma Universidade com 11 anos de existência. Não é de hoje que as Instituições Federais de Ensino Superior vêm enfrentando dificuldades para manter seus serviços, o patrimônio público, a segurança institucional e a necessidade permanente de atualização através do investimento. Além de um ensino de qualidade, a Unipampa desenvolve atividades de pesquisas, básicas e aplicadas, e de extensão com envolvimento das comunidades locais, bem como ações de internacionalização", informa.

"A situação se torna extremamente preocupante à Unipampa, uma vez que muitas estruturas e serviços estão sendo implantados, por se tratar de uma instituição jovem, e a diminuição de sua capacidade de crescimento afronta o interesse social. Os gestores máximos deste País têm que entender que existem Políticas de Estado que precisam ser respeitadas e cumpridas, pois foram concebidas e estabelecidas por meio da sociedade, e que não podem ser desconsideradas pelo gestor ou política do momento", diz a nota pública.

"À comunidade acadêmica, a Unipampa esclarece que utilizará todos os expedientes do diálogo para reverter e sensibilizar a atual gestão do Ministério da Educação (MEC), a fim de garantir a missão desta instituição, que é de oferecer um ensino superior de qualidade, laico e gratuito", finaliza.

Em São Gabriel, segundo informações apuradas pela reportagem, a Unipampa injeta na comunidade em torno de R$ 2.250.000,00 (dois milhões, duzentos e cinquenta mil reais) por mês, entre salários dos professores, funcionários e o que os alunos investem na economia local. Os cortes no orçamento geram incerteza sobre o futuro das atividades da instituição.


Embora haja manifestações contrárias dizendo que em outros governos, ocorreram cortes na educação, a situação preocupa a comunidade pelo que a Unipampa investe em São Gabriel e que isso pode dimunuir com os cortes. Para mostrar o que é feito, uma feira está sendo organizada por acadêmicos e professores para mostrar o que é feito pela instituição em São Gabriel, cujo potencial ainda não é explorado e conhecido pela comunidade gabrielense. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações da ACS Unipampa 
Data: 07/05/2019 09h51 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: