Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Gabrielenses prestigiam procissão de São Jorge

Vem aí a Festa Junina da Pró-Down em São Gabriel. Participe!

	
Vem aí a semana do aniversário da Grazziotin. Confira as promoções

Inscreva-se para o Vestibular de Inverno da Urcamp - aproveite as oportunidades

Penha de Troca da Patronagem - CTG Plácido de Castro - 25 de maio

Prestigie a reinauguração da Cremolatto em novo endereço no Calçadão de São Gabriel

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça sua Pós-Graduação na Unopar

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Participe das aulas de musicalização com as Tolerantes

Colégio Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Gabrielenses prestigiam procissão de São Jorge

Imagem do santo guerreiro percorreu as principais ruas da cidade na procissão realizada na noite de terça-feira, 23 de abril
Fiéis gabrielenses prestigiaram na noite desta terça-feira, 23 de abril, mais uma edição da Procissão de São Jorge (Ogum na umbanda), realizada pelo Centro de Umbanda Cabana do Pai Xangô e Oxum e Ilê Asé de Sangó e Osalá, de Áurea de Oxalá e família. Um bom público participou das homenagens com velas e as tradicionais espadas-de-São Jorge, plantas associadas ao santo guerreiro e que trazem proteção.



A procissão saiu da sede do Centro, que fica na Barão do Cambaí (abaixo da Escola Carlota) e percorreu as principais ruas da cidade com duas imagens do santo guerreiro carregadas pelo caminhão do Corpo de Bombeiros, que tem dado suporte à festividade nos últimos anos, até retornar ao local de origem. Em determinados pontos da cidade, o toque de rei dado pelo clarim oficial do evento, Vando Melo (Vandinho do Olodum) era anunciado.

Áurea de Oxalá e o vereador Felipe Abib, que prestigiou a procissão

Imagem de São Jorge/Ogum no momento em que era levada para o carro dos Bombeiros para a procissão
A procissão chegou no local por volta das 22h30, onde foi dado início as homenagens e a sessão religiosa que foi até a madrugada. O tempo fechado não permitiu que a lua aparecesse, astro associado à crença em São Jorge. O evento faz parte do calendário oficial do município desde 2015.

Origem da crença
Segundo a história, São Jorge foi um soldado romano que serviu ao imperador Diocleciano, e que virou padre e mártir cristão. Ele teria nascido na Capadócia (Turquia), e quando o imperador ordenou a morte de cristãos, ele se negou por ter se convertido ao catolicismo, sendo torturado até a morte.

Procissão saiu da sede do Centro de Umbanda Cabana do Pai Xangô e Oxalá, que realiza a festividade há muitos anos

Duas imagens de São Jorge foram levadas no trajeto que percorreu o Centro da cidade
A lenda do cavaleiro contra o dragão - e a imagem que representa o santo oficialmente - surgiu de histórias das Cruzadas, quando após se tornar adulto e participar de batalhas contra os sarracenos, ele partiu para a cidade de Syelen, na Líbia. Lá, um eremita relatou que um dragão estava assolando a região, sendo que para se acalmar, jovens mulheres eram oferecidas para sacrifício.

Só havia restado uma jovem: Sabra, a filha do rei, que seria sacrificada ao dragão ou dada em casamento ao valente que matasse a besta. E foi o que aconteceu, Jorge matou o dragão com sua lança e salva Sabra, se tornando esposo dela.

Passagem de São Jorge era anunciada com o toque de rei no clarim de Vando Melo

Mesmo reduzido em relação ao ano passado, público compareceu em bom número à Procissão, que terminou com festividade no Centro de Umbanda, ao final da caminhada
Na Umbanda, São Jorge é Ogum e tem relação com a lua, onde suas manchas vistas da Terra aparentam ser São Jorge matando o dragão em noite de lua cheia. Pela mitologia iorubá, Ogum é o orixá ferreiro, senhor do ferro, da guerra, da agricultura e da tecnologia, considerado um dos mais poderosos orixás. A cultura é mais constante no Rio Grande do Sul e no Rio de Janeiro, além da Bahia, mas lá é sincretizado com Santo Antônio.


É padroeiro das nações de Portugal e Inglaterra, da cidade de Moscou, o estado e a cidade do Rio de Janeiro e da província da Catalunha, na Espanha. Em São Gabriel, a atividade é realizada todos os anos, e é a principal em homenagem ao santo/orixá, sendo também evento oficial do município.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 23/04/2019 23h28
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: