Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Retirada de lombada eletrônica da BR-290 em São Gabriel reacende alerta

volta as aulas perpétuo

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Volta às Aulas da Grazziotin, aproveite e parcele em até 10x no nosso cartão

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

19 de janeiro, Vestibular Unopar 2019. Inscreva-se!

Invista no primeiro shopping center de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Pague o IPTU em cota única e ganhe descontos! Até 11 de fevereiro

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Conheça a KJ Contabilidade Consultiva e saiba mais como fazer contabilidade com eficiência

Retirada de lombada eletrônica da BR-290 em São Gabriel reacende alerta

Lombada eletrônica que ficava no Km 419 da BR-290 (próximo ao poste da foto) foi retirada esta semana porque contrato da mantenedora com o DNIT foi encerrado. Até a nova empresa colocar equipamentos, cuidado de todos com o tráfego é necessário 
Com o fim do contrato da empresa mantenedora dos radares e pardais com o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), estes equipamentos estão sendo retirados das rodovias federais no Rio Grande do Sul. Em São Gabriel, a lombada eletrônica que funcionava no Km 419 da BR-290, próximo ao trevo de acesso à cidade junto ao Posto Batovi, não existe mais e agora, o alerta é necessário.



A Polícia Rodoviária Federal repassou a informação para à redação do site nesta quarta-feira. A PRF recomenda aos transeuntes e condutores que passarem por ali, redobrem a atenção devido à velocidade dos veículos que circulam na rodovia. Com a lombada, os carros eram obrigados a reduzir a velocidade. Um cachorro já foi atropelado recentemente por ali, sem a lombada.

Informações dão conta que radares que existiam nas proximidades do Posto Gauchão e no trevo da BR-290 com a 158, também foram removidos em virtude do contrato emergencial do DNIT com a Kopp ter sido encerrado e a empresa Fotosensores, que é a nova detentora do serviço, ainda estar instalando os novos radares. Mas fica o alerta e o perigo de altas velocidades, ainda mais com os turistas do Prata que chegam ao Brasil e em sua maioria, não respeitam as leis de trânsito do nosso país. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 06/02/2019 13h16
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: