Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Caso Bento: réus irão à júri popular

2ª Turma do Curso Preparatório para Vila Nova do Sul com a Aurora Cursos, clique aqui para saber mais

Dias 31/01, 1º e 2/02 - 2ª Festa da Cordeira e 1º Cordeiraço da Canção Nativa em Santa Margarida do Sul - prestigie!

Dia 1º de fevereiro, 9º Baile de Integração das Comunidades do Interior, nas Pontas do Salso

22-02-2020 Prestigie o Carnaval da Despertar, na Seven! Baile com Tudo di Bom. Clique aqui para mais info

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Dotto Advocacia - Cível, criminal, trabalhista, trânsito - clique aqui para entrar no site

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Pague o IPTU 2020 em São Gabriel e tenha descontos até 10 de fevereiro!

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Inscreva-se no Valor S do Sicredi Pampa Gaúcho

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Caso Bento: réus irão à júri popular

Justiça anunciou que acusados pela morte de Bento Júnior irão a júri popular em data a ser marcada (foto divulgação)
Dez réus apontados como responsáveis pela morte do policial militar Bento Júnior Teixeira Borges serão julgados pelo Tribunal do Júri. Em data a ser definida, a juíza Juliana Neves Capiotti publicou a sentença de pronúncia, quando define que os réus irão a julgamento no Fórum. A decisão foi informada na quarta-feira, 30 de janeiro.


A sentença de pronúncia é uma decisão que não põe fim ao processo: ela apenas decide que existem indícios de um crime doloso contra a vida e que o acusado pode ser o culpado e que, por se tratar de um crime doloso contra a vida, o processo será julgado por um tribunal do júri e não por um juiz sozinho.

O júri ocorrerá dois anos após o crime bárbaro que chocou a comunidade na época. Dez réus apontados como diretamente envolvidos na morte do policial militar na manhã de 25 de dezembro de 2016 serão submetidos a júri popular.


O caso aconteceu no final da madrugada de Natal, quando Bento Júnior, ao tentar conter uma briga, e no tumulto, acabou acertando a tiros um adolescente que estava em um grupo e que veio a morrer, e em represália e fúria, integrantes de bondes o perseguiram e agrediram até a morte, em um crime hediondo que repercutiu no País. Dezessete pessoas foram indiciadas por envolvimento na morte de Bento.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 01/02/2019 16h07
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: