Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Caso Bento: réus irão à júri popular

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Para matar sua fome, pede uma Baita Pizza em São Gabriel! Clique aqui e saiba mais!

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Dia 22 de março - Dia Mundial da Água

Conheça o novo endereço da Pohlmann Móveis em Madeira e Decoração

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Se proteja do Coronavírus com as dicas do Sicredi

Studio H de Mana, em novo endereço

Caso Bento: réus irão à júri popular

Justiça anunciou que acusados pela morte de Bento Júnior irão a júri popular em data a ser marcada (foto divulgação)
Dez réus apontados como responsáveis pela morte do policial militar Bento Júnior Teixeira Borges serão julgados pelo Tribunal do Júri. Em data a ser definida, a juíza Juliana Neves Capiotti publicou a sentença de pronúncia, quando define que os réus irão a julgamento no Fórum. A decisão foi informada na quarta-feira, 30 de janeiro.


A sentença de pronúncia é uma decisão que não põe fim ao processo: ela apenas decide que existem indícios de um crime doloso contra a vida e que o acusado pode ser o culpado e que, por se tratar de um crime doloso contra a vida, o processo será julgado por um tribunal do júri e não por um juiz sozinho.

O júri ocorrerá dois anos após o crime bárbaro que chocou a comunidade na época. Dez réus apontados como diretamente envolvidos na morte do policial militar na manhã de 25 de dezembro de 2016 serão submetidos a júri popular.


O caso aconteceu no final da madrugada de Natal, quando Bento Júnior, ao tentar conter uma briga, e no tumulto, acabou acertando a tiros um adolescente que estava em um grupo e que veio a morrer, e em represália e fúria, integrantes de bondes o perseguiram e agrediram até a morte, em um crime hediondo que repercutiu no País. Dezessete pessoas foram indiciadas por envolvimento na morte de Bento.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 01/02/2019 16h07
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: