Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Bagé: morre mototaxista que teve perna amputada após necrose por falta de cuidados

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Para matar sua fome, pede uma Baita Pizza em São Gabriel! Clique aqui e saiba mais!

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Dia 22 de março - Dia Mundial da Água

Conheça o novo endereço da Pohlmann Móveis em Madeira e Decoração

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Se proteja do Coronavírus com as dicas do Sicredi

Studio H de Mana, em novo endereço

Bagé: morre mototaxista que teve perna amputada após necrose por falta de cuidados

Eduardo Corrêa Costa, 53 anos, que teve a perna amputada por ter ficado necrosada após duas cirurgias para recuperação de fratura e com larvas na Santa Casa de Bagé, morreu de parada cardíaca neste sábado à tarde, em virtude de complicações clínicas por conta desta questão toda (foto divulgação)
Bagé - Um dos casos mais polêmicos na saúde teve um desfecho trágico na tarde deste sábado, 2 de fevereiro. O mototaxista Eduardo Corrêa Costa não resistiu às complicações da perna necrosada por falta de cuidados adequados na Santa Casa de Caridade de Bagé e veio a morrer na tarde deste sábado.


Ao fazer a troca de curativos por muita insistência da família, foi descoberta necrose e larvas na perna fraturada. Devido ao estado, perna teve de ser amputada (foto divulgação)
Eduardo, que fraturou a perna em um acidente de trabalho na Avenida São Judas na semana passada, tinha feito uma cirurgia na tarde de quinta para amputar a perna que ficou necrosada após duas cirurgias e falta de troca de curativos e higienização enquanto esteve internado no hospital. Houve uma sensível melhora conforme o último boletim médico veiculado na sexta, mas no dia seguinte, a vítima teve uma parada cardíaca e dos rins, vindo a óbito.

Agora a situação complicará porque uma morte ocorreu por negligência médica e uma fratura que poderia ter sido resolvida virou um problema e deixou uma família sem seu líder. O caso foi noticiado somente pelo site Bagé 24h e acompanhado pelo site Caderno7

Reportagem: Marcelo Ribeiro, via site Bagé 24h
Data: 02/02/2019 18h47
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: