Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: As expectativas de Adão Santana na presidência do Legislativo

Aproveite o Panelaço Farroupilha da Tottal Casa & Conforto, de 16 a 22 de setembro

Prestigie o 45º Remate da Cabanha Santa Maria, em 7 de outubro, durante a 85ª Expofeira de São Gabriel

Dia 6 de outubro - a festa mais colorida do ano em rosário do Sul - Glow in the Dark 2

Festejos Farroupilhas de São Gabriel - confira a programação

Dia 19 de setembro, Fandango Tradicional do CTG Tarumã - animação com Garotos de Ouro

Faça o seu UnimedCARD, menos de 30 centavos por dia!

Setembro, mês da bíblia - Colégio Perpétuo Socorro

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Tchê Burger - Vai um tchê aí? Seu novo delivery de lanches em São Gabriel

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Máquina de cartões Sicredi - a máquina que vem com um parceiro de negócios

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Gás Querência - promoção apenas 75 reais o botijão, no dinheiro

As expectativas de Adão Santana na presidência do Legislativo

Adão Santana foi entrevistado com exclusividade pelo site Caderno7 na última sexta-feira, onde falou das suas expectativas na gestão do Legislativo em 2019 e também com os novos governos federal e estadual 
Vereador fala também sobre as expectativas dos Governos Bolsonaro e Eduardo Leite

Após assumir a Presidência do Poder Legislativo gabrielense, o vereador Adão Valdecir Martins Santana (PTB) começa a tomar pé da situação e colocar sua marca pessoal na gestão. O parlamentar recebeu a reportagem do Caderno7 na última sexta-feira, 4 de janeiro e falou sobre expectativas, projetos e metas para 2019, além do que espera dos Governos de Jair Bolsonaro e Eduardo Leite. Santana destaca que tem otimismo, mas que tudo terá que ser feito com "pés no chão", seriedade e bom senso, ainda dizendo que os tempos evoluíram, com a rapidez



Adão salienta que em relação às gestões anteriores que administrou (1994, 2001 e 2012), a Câmara de Vereadores está com sua transparência e legislação integrada à modernidade. "Cada momento é especial, mas este é diferente. Nas vezes anteriores, o comprometimento com o ordenamento jurídico e econômico era mais difícil do que o momento atual e na primeira vez que fui presidente, não existia a Lei de Responsabilidade Fiscal. Hoje, é tudo digital, nos dá mais responsabilidade de administrar porque é necessário ter celeridade e disponibilizar tudo online, a população cobra e é mais atenta ao que fazemos", analisou.

Na equipe, ela é a mesma da gestão anterior, com a adição de seu correligionário, o advogado Sérgio Caiubi de Andrade Silveira. Adão Santana justifica que além de reduzir gastos, mantém a mesma equipe que tem conhecimento do processo legislativo, desde a gestão do vereador Claudiomiro Borges (PR), em 2017. O presidente afirma também que o Legislativo não pode mais demorar para analisar projetos de lei, devido à fiscalização da comunidade, salvo os que forem de temas polêmicos que precisarão sempre de análise e consulta da comunidade através das audiências públicas. "Não há mais tempo para deixar 'pra depois', o serviço público tem que mostrar excelência, mas faremos isso sem perder nossa independência e mantendo a sintonia entre os poderes", comentou.

Adão anuncia que deverá ocorrer uma sessão extraordinária no recesso, para analisar reajuste salarial dos servidores públicos municipais e que há ainda dois projetos de lei para serem votados que ficaram pendentes: um que trata da cessão do quiosque existente na Praça Fernando Abbott, para que o mesmo seja licitado e outro, que autoriza a Prefeitura a ceder uma área para a São Gabriel Saneamento, para a construção da nova estação de tratamento de esgoto. "A maior parte da pauta tinha sido zerada, mas ficaram pendentes estes dois projetos de lei porque eram necessários esclarecimentos do Executivo e buscar informações nos órgãos competentes, para que tudo seja feito legalmente. Acreditamos que até o final de janeiro, estes projetos sejam colocados em votação", informou. O quiosque está em discussão no Poder Judiciário e a Prefeitura quer fazer sua licitação.

Nos projetos, Adão destaca que a prioridade será incentivar a inclusão social em São Gabriel, trabalho este realizado por entidades como a APAE, Pró-Down e Associação Despertar, área esta que tem no parlamentar um grande apoiador. "Apoiamos a aprovação e incentivo de projetos como o ensino do braile, o crescimento da Associação Despertar, APAE, Pró-Down, e em breve teremos também o retorno da Associação dos Portadores de Necessidades, que tem o Paulinho (Paulo Roberto Moreira) como presidente. Com tudo isso, São Gabriel vai se tornar um pólo de apoio à inclusão", afirma. Adão informa que a inclusão é uma realidade, visto que em São Gabriel, segundo o IBGE, há em torno de 7600 pessoas que tem alguma necessidade especial, seja total ou parcial (auditiva, visual, sensorial, física, mental, entre outros), o que corresponde a aproximadamente 15% da população e irá cobrar mudanças como transporte adaptado nos ônibus e táxis, junto ao Poder Executivo. Ele ainda destaca que também defenderá o incentivo à produção primária rural, além de políticas de proteção para crianças, adolescentes e idosos, principalmente os que são vítimas de maus tratos.

Sobre os governos de Jair Bolsonaro (federal) e Eduardo Leite (estadual), o Presidente do Legislativo tem expectativas otimistas. "Estou no serviço público há quatro décadas e apostamos que este possa fazer pelo cidadão, dar a assistência necessária", frisando que tanto a União quanto o Estado são necessários na vida do povo, mas que tudo será feito com sensatez e transparência, conforme tem sido demonstrado pelos novos governantes, segundo ele. "O Presidente tem disposição de mudar as coisas, com responsabilidade e mexer no que é necessário, sem medo algum, conforme tem sido anunciado e realizado. No Governo gaúcho, a expectativa é de renegociar a dívida e mudar a situação, mexendo em monopólios e diminuir o estado em relação ao próprio estado, sem afetar o serviço público, melhorando assim áreas como a segurança pública e saúde, descentralizadno serviços e renegociando dívidas", concluiu.

Finalizando, Adão afirma que fará uma gestão voltada para o bom senso e espera o cumprimento de compromissos do Poder Executivo, que deverá anunciar o início de obras que deverão "mudar a vida dos gabrielenses". "Temos que modernizar a cidade, chega de empurrar com a barriga. Mas tudo com seriedade e 'pés no chão', por nossa parte, não faltará bom senso. Assim como diremos sim quando necessário, diremos o não quando essencial, não podemos dizer sim para tudo, para fazermos as ações de forma responsável", finaliza.

Ao finalizar, Adão destacou a importância do papel da imprensa local e quer contar com a mídia para a divulgação de forma transparente de todos os atos do Poder Legislativo. O Legislativo inicia seu ano em 15 de fevereiro e a primeira sessão legislativa marcada para o dia 18, segunda-feira. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 06/01/2019 19h06
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: