Vem aí novo processo seletivo da Unopar, inscreva-se já

Vem aí mais um Ofertaço Grazziotin

09-11 Penha de Aniversário CTG Caiboaté - Chiquito e Bordoneio

Colabore para uma cidade limpa - Jogue Limpo com a sua Cidade

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Oficina de Costura

Rádio RBC FM - A emissora da comunidade

Chega de pagar caro na sua conta de luz. Ecotec Energy

Rossano anuncia apoio a Bolsonaro e Sartori

Rossano Gonçalves anunciou que apoiará Jair Bolsonaro e Sartori no segundo turno eleitoral (foto arquivo C7)
Na noite desta segunda-feira (8), o Prefeito Rossano Gonçalves se manifestou nas redes sociais sobre seu posicionamento no segundo turno das Eleições 2018. Em um vídeo veiculado na sua página oficial, gravado em sua casa, Rossano declarou que apoiará Jair Bolsonaro (PSL) para Presidência e José Ivo Sartori (MDB) para o Governo do Estado e declarou seus motivos.


Referente ao Governo do Estado, Rossano defendeu o voto em Sartori pela experiência e porque ele sabe como "arrumar a casa" no Rio Grande do Sul e que entregar o Governo para alguém inexperiente, se referindo à Eduardo Leite, seria arriscado e colocaria a recuperação do Estado à perder. "Não se pode entrar numa aventura de um jovem, bem apresentado, mas que não tem um plano sólido de Governo. Sartori pegou um Governo endividado e é preciso quebrar paradigmas de não reeleger governadores, impedindo assim uma recuperação do Estado. Por isso apoio Sartori", anunciou.

Em referência à disputa da Presidência, Rossano afirmou que votará em Bolsonaro porque ele representa esperança de mudança no País e que reconduzir o PT ao poder seria um desastre, afirmou. "É hora de nós deixarmos de sermos pautados pela grande imprensa que divide o País em esquerda e direita; não há isso. O PT se chegar ao poder, vai libertar o Lula, soltar os políticos presos pela Lava Jato, fazer cada petista mais rico e fazer o povo pobre ficar mais pobre. E que direita existe? Será que todo brasileiro é direitista? Temos duas propostas: a volta de quatorze anos de corrupção e do outro lado, uma esperança. Vamos tomar posição e não ficar em cima do muro", finalizou.

Não deixa de ser uma posição corajosa e ousada, visto que o PDT a nível estadual ainda não decidiu com quem fechará e a nível nacional, o candidato do partido no primeiro turno, Ciro Gomes, indicou sinalizar com Fernando Haddad (PT), após criticar constantemente os petistas durante a campanha.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 08/10/2018 21h14
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: