03 outubro 2018

Menor infrator é apreendido por tentar matar "Ligeirinho"

(foto Brigada Militar)
A Brigada Militar informou que foi acionada por volta das 22h30 desta terça-feira (2), na Rua Duque de Caxias onde havia informações de uma briga generalizada com vítima. Ao chegar no local, foi abordado um adolescente de 16 anos com uma faca suja de sangue, de aproximadamente 30 centímetros de lâmina. Ele afirmou que tinha brigado com o elemento João Vitor Jobim da Silveira, conhecido como "Ligeirinho" (foto ao lado).




O jovem informou que ele entrou em briga por conta de que ele teria roubado um boné dele. "Ligeirinho" deu entrada em estado grave, com as duas mãos quebradas, cortes profundos na cabeça e até a manhã desta quarta-feira, além de grande perda de sangue, estava em estado grave. Ligeirinho é conhecido por vários furtos no comércio local. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 03/10/2018 09h19
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.