Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Fepam emite licença prévia para parque eólico entre São Gabriel e Lavras do Sul

Colégio Perpétuo Socorro, 110 anos de história a serviço da educação

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Papelaria Saldanha agora em novo endereço

Vem aí a CVC em São Gabriel, a partir de 3 de junho

Inaugura nesta quinta em São Gabriel Lojão dos 10 Reais

Inscreva-se para o Vestibular de Inverno da Urcamp - aproveite as oportunidades

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

UNOPAR é a sua escolha para o futuro

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Participe das aulas de musicalização com as Tolerantes

Fepam emite licença prévia para parque eólico entre São Gabriel e Lavras do Sul

Fepam emitiu licença prévia que permite a instalação de parque eólico entre São Gabriel e Lavras do Sul 
A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) emitiu, na segunda-feira (16), licença prévia (LP) de um parque éolico a ser instalado na região. O documento atesta a viabilidade ambiental da área de 8 mil hectares, localizada entre São Gabriel e Lavras do Sul. As informações são da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Meio Ambiente (Sema).



Com investimento previsto em R$ 1,5 bilhão, o projeto contempla a instalação de 100 aerogeradores. Cada equipamento terá 182 metros de altura. O Parque Eólico terá capacidade para produzir 300 MW de energia eólica – o suficiente para abastecer uma cidade com 1,2 milhão de habitantes.

Conforme a licença, os aparelhos deverão ser mantidos a uma distância mínima de 1,5km de áreas urbanas e 400 metros de áreas residenciais. Para receber a licença, a empresa Green Power Brazil será responsável por implementar ações de recuperação das Áreas de Preservação Permanente (APPs).

O empreendedor também deverá destinar 0,5% dos custos totais para medidas compensatórias em unidades de conservação. A próxima etapa do processo é a emissão da licença de instalação. A partir de agora, a Fepam aguarda o envio da documentação exigida.

Reportagem: Reprodução/Portal Qwerty de Notícias 
Data: 18/07/2018 17h47
Contato: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: