Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Violência contra a mulher e feminicídio são tema de palestra em São Gabriel

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

19 de janeiro, Vestibular Unopar 2019. Inscreva-se!

Inauguração da filial da Cremolatto em São Gabriel neste sábado, 22 de dezembro

Aproveite mais uma chance de vestibular na Urcamp - 16 de janeiro

Prestigie a 37ª Festa Campeira do CTG Caiboaté - 8, 9 e 10 de fevereiro de 2019

Aproveite o Festival de Verão Tottal e já tem também o material escolar

Invista no primeiro shopping center de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Rádio RBC FM - A emissora da comunidade

Chega de pagar caro na sua conta de luz. Ecotec Energy

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Prestigie o 10º Baile do Chopp em Santa Margarida do Sul - 26 de janeiro

Pague o IPTU em cota única e ganhe descontos! Até 11 de fevereiro

Violência contra a mulher e feminicídio são tema de palestra em São Gabriel

Palestra contou com bom público para assistir explanações de dados sobre violência contra a mulher e feminicídio no Estado
Na noite de terça-feira (24), o plenário da Câmara de Vereadores foi palco para um evento importante que debateu uma questão preocupante para a comunidade gabrielense. Organizado pela Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara e o Gabinete do vereador Felipe Abib, uma palestra mostrou os dados e situações ocorridas em São Gabriel, para um bom público presente.



Equipe do Cartório Especializado da Mulher falou sobre casos  de feminicídio ocorridos no município
A palestrante foi a médica e professora do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Stela Meneghel, que apresentou dados sobre o feminicídio no Estado, onde a cada quatro dias, uma mulher é assassinada no Rio Grande do Sul, onde suas motivações são  geralmente, o ódio, desprezo ou o sentimento de perda do controle e da propriedade sobre as mulheres.

O evento ainda contou com a participação da Equipe de Atendimento Especializado da Polícia Civil. Ao fundo, vítimas de casos ocorridos na comunidade gabrielense e que foram rumorosos, como por exemplo, as mortes de Paula Estefânia Schultz (2018), Estelita Penteado Saldanha (2017), Danuza Godinho da Silva Madrid (2013) e Luciana Sonntag (2012), todas elas vítimas de seus ex-companheiros. Um bom público se fez presente ao evento, que foi de grande valia.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 25/04/2018 20h45
Contato: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: