Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Polêmica: Vice-prefeito de Rosário do Sul renuncia ao cargo

Prestigie o Jantar De Mãos Dadas, da Despertar e Voluntárias do Lar São João

Vem aí a Festa Junina da Pró-Down em São Gabriel. Participe!

	
Vem aí a semana do aniversário da Grazziotin. Confira as promoções

Inscreva-se para o Vestibular de Inverno da Urcamp - aproveite as oportunidades

Penha de Troca da Patronagem - CTG Plácido de Castro - 25 de maio

Prestigie a reinauguração da Cremolatto em novo endereço no Calçadão de São Gabriel

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça sua Pós-Graduação na Unopar

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Participe das aulas de musicalização com as Tolerantes

Colégio Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Polêmica: Vice-prefeito de Rosário do Sul renuncia ao cargo

O vice-prefeito de Rosário do Sul, Rafael Pinto (PPS, foto) anunciou sua renúncia ao cargo na manhã desta sexta-feira, 20 de abril. Segundo o jornal Gazeta de Rosário, Rafael, que foi eleito ao lado da prefeita Zilase Rossignolo Cunha (PTB) com 14.813 votos nas eleições municipais de 2016, alegou razões pessoais para deixar o cargo, que ainda não foram reveladas.



Ele comunicou a Câmara de Vereadores e a Justiça Eleitoral de Rosário sobre a decisão. “É uma questão pessoal minha; mas junto a este documento que eu entreguei (à Câmara) tem uma justificativa para isso. (…) (O documento) foi protocolado já junto ao Tribunal Regional Eleitoral e foi consolidado”, declarou à Gazeta de Rosário. Neste documento estão os motivos para Rafael ter deixado o cargo, mas a forte suspeita é de ter rompido relações com a Prefeita.


É mais um episódio de crise no segundo mandato de Zilase, que já tinha sofrido com um episódio de desvio de dinheiro público por meio de denúncias de funcionários das Secretarias da Saúde e de Desporto e Turismo, que segundo fontes, está por ser extinta.

Além disso, ela enfrenta uma CPI na Câmara que pode custar o cargo. Em caso de ausência da prefeita para férias e viagens, o presidente do Legislativo, Elisandro Paz (PP), é quem deve assumiro cargo. A política de Rosário do Sul anda agitada nos últimos dias.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 20/04/2018 18h56 
Contato: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: