Inscreva-se para o vestibular da Unopar

Vem aí o Ofertaço Grazziotin em São Gabriel

Venha conhecer o Lojão São Gabriel na Praça Fernando Abbott

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Oficina de Costura

Rádio RBC FM - A emissora da comunidade

Chega de pagar caro na sua conta de luz. Ecotec Energy

Estiagem: Decretada situação de emergência em São Gabriel

Estiagem prolongada na região levou São Gabriel a decretar situação de emergência nesta segunda-feira (foto ilustrativa)
A prolongada ausência de chuvas dos últimos 30 dias causou uma estiagem severa em São Gabriel, com diversas comunidades rurais sem água potável, a ponto de uma patrulha emergencial da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, juntamente com a São Gabriel Saneamento, estar fornecendo água para cerca de 200 famílias do interior, e abriu uma frente de trabalho que já construiu mais de 100 bebedouros em pequenas propriedades. Por conta deste quadro e também do nível crítico do reservatório de água da barragem VAC-4, o prefeito municipal Rossano Gonçalves decidiu decretar Situação de Emergência no Município, na tarde desta segunda-feira, 12 de março.


O prefeito reuniu-se com o secretário Tita Jobim (Administração) e os integrantes da Comissão Municipal de Defesa Civil, secretários Marcos “Mec” Vieira (Obras) e Carlos Cléber Leal (Desenvolvimento Rural), além do chefe do escritório local da Emater, extensionista Guilherme Coradini, e o diretor da São Gabriel Saneamento, Luiz Antônio Bertazzo, na reunião, estudos apresentados demonstraram que mesmo se houver chuvas nesta semana, o déficit hídrico acumulado não será suprido satisfatoriamente. A estiagem deverá causar, segundo estimativas da Emater, uma quebra nas lavouras agrícolas e um prejuízo considerável na pecuária, por conta da diminuição das pastagens. Somando as perdas de todas as cadeias produtivas, o prejuízo da economia rural do Município é estimado em R$ 100 milhões.

Para a zona urbana, o prefeito afirma que não se trabalha com a possibilidade de racionamento. “Entretanto, é importante a comunidade entender que o Município está em estado de atenção, e por isso apelamos para que todas as famílias façam um consumo consciente e equilibrado de água, evitando desperdícios”, assinalou.

O decreto, assinado nesta segunda, será remetido na terça à Defesa Civil Estadual, que iniciará o processo de sua homologação. 

Reportagem: Comunicação Social Prefeitura
Data: 12/03/2018 20h07
Contato: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: