Unopar Graduação Digital - Você digital até na hora de estudar

26-05 - Penha de Aniversário Querência Xucra - Baile com Herança Serrana

Vem aí a Penha do Churrasco no CTG Sentinela do Forte

16-06 - Top7 - O maior assalto da história em Rosário do Sul, no Clube dos Sargentos

Confira as ofertas da próxima semana na BCD São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Oficina de Costura

Rádio RBC FM - A emissora da comunidade

Polícia identifica autor de atropelamento com morte na Sebastião Menna Barreto

Carro que teria sido usado no atropelamento de Carlos Otávio Borges em 8 de fevereiro foi recolhido para perícia (fotos Polícia Civil/divulgação)
A Polícia identificou o autor do atropelamento de Carlos Otávio Marques Borges, 56 anos, morto em 8 de fevereiro. Ele se entregou à Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (22). O homem de 37 anos, identificado apenas pelas iniciais J.M.R e que seria um trabalhador rural, se apresentou com seu advogado na Delegacia de Polícia, além de trazer o veículo que foi usado no atropelamento que tirou a vida do trabalhador florestal na Rua Sebastião Menna Barreto. Ele foi identificado como o autor do ocorrido, mas o nome não foi divulgado.


Carro estava guardado em propriedade rural a 60 Km do interior do município e ainda tinha o para-brisa danificado
Segundo o Delegado de Polícia José Soares Bastos, o homem alegou que "teria atropelado um animal", no seu depoimento e que soube que tinha matado um homem no dia seguinte através da imprensa, e com isso, se assustado e não ter tido o que fazer. Para chegar até ele, a investigação colheu várias evidências, como imagens de câmeras de videomonitoramento, fragmentos de tinta e peças deixadas no local, além de colher informações com oficinas mecânicas da cidade, além de informações obtidas por familiares e também por denúncias à Polícia.

O veículo, um Volkswagen Gol prata, foi recolhido para perícia, estava com o pára-brisa quebrado, ainda do acidente. Borges foi atropelado quando chegava do serviço e estava a 400 metros de casa quando foi atingido pelo motorista. A violência do choque foi tão grande que um dos calçados da vítima ficou preso nas linhas da rede elétrica da rua. Ele deverá ser indiciado por homicídio culposo e omissão de socorro. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 22/02/2018 20h15
Contato: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: