Vem para o Natal da Tottal Casa & Conforto

Vem aí o Reveillon Gaudério no CTG Querência Xucra, com animação de Os Serranos, 29 de dezembro

Invista no primeiro shopping center de São Gabriel

Confira os novos cursos na Unopar São Gabriel

Colabore para uma cidade limpa - Jogue Limpo com a sua Cidade

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Rádio RBC FM - A emissora da comunidade

Chega de pagar caro na sua conta de luz. Ecotec Energy

Vem aí a Festa de Natal do EC Real, em 19 de dezembro

Secretário da Agricultura vem a Encontro de Sindicatos Rurais em São Gabriel

Ernani Polo (d) deverá estar presente em encontro de Sindicatos Rurais em São Gabriel (foto divulgação)
Em meio ao debate intenso sobre o futuro dos Sindicatos Rurais após o fim da contribuição sindical, os Sindicatos vinculados à Regional II da Farsul realizam reunião em São Gabriel, no dia 22 de novembro, dois dias depois da Assembleia Geral que pode aprovar mudanças importantes para garantir a continuidade da instituição. A informação é do presidente do Sindicato Rural de São Gabriel e vice-presidente da Farsul, Tarso Teixeira​, que é também coordenador da regional II da federação.



Para debater estes temas e questões ligadas à política sanitária do Estado, estará presente ao encontro o secretário estadual da Agricultura, Pecuária e Irrigação, deputado estadual Ernani Polo. O titular da pasta da Agricultura vem ao encontro juntamente com o diretor do Departamento de Defesa Agropecuária, Antônio Carlos de Quadros Ferreira Neto, e o supervisor da Inspetoria Veterinária na regional de Alegrete, Joal Barrientos Pontes. O encontro faz parte das rodadas de reuniões alusivas ao Plano Estratégico da Aftosa, que está sendo discutido com todos os segmentos da cadeia produtiva da bovinocultura no Estado. Em pauta, a viabilidade de transformar o Rio Grande do Sul em Zona Livre de Aftosa Sem Vacinação, a exemplo do que fez Santa Catarina. "Muitos produtores estão receosos a respeito, mas eu defendo a Zona Livre Sem Vacinação.


Depois do último grande surto de aftosa, o Estado fez o dever de casa, com mais de quinze anos de controle vacinal constante, e além disso o protocolo foi totalmente alterado. Casos de surgimento da doença são sanados com abates restritos ao foco, e não mais a eliminação total de rebanhos. Creio que o Rio Grande do Sul está pronto para este passo, mas precisamos discutir isso com toda a classe", assinalou Tarso Teixeira.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 14/11/2017 12h36
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: