Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Derrubada liminar que impedia enfermeiros de requisitar exames

UNOPAR é a sua escolha para o futuro

Inscreva-se para o Vestibular de Inverno da Urcamp - aproveite as oportunidades

Em breve, inscrições Bolsas 2020 no Colégio Perpétuo Socorro. Saiba como participar!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Aproveite as promoções da CVC em São Gabriel!

14 de julho - 19h, espetáculo Business Dance do Atelier da Dança

Inaugura nesta quinta em São Gabriel Lojão dos 10 Reais

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Papelaria Saldanha agora em novo endereço

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Participe das aulas de musicalização com as Tolerantes

Derrubada liminar que impedia enfermeiros de requisitar exames


Nesta quarta-feira (18), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região derrubou a liminar impetrada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) que queria proibir os enfermeiros de requisitar exames. A decisão, proferida pelo Desembargador Federal Hilton Queiroz, foi comemorada pela categoria.



A decisão se deu por conta de que a medida estava causando "grave lesão à ordem juridica, à economia pública e à ordem administrativa, além de grave lesão à saúde pública" ao restringir o trabalho dos profissionais de enfermagem.

A suspensão será mantida até o trânsito em julgado da decisão na Justiça. O município tinha suspenso os serviços, mas agora poderá retomá-los normalmente. Esta ação ameaçava o acesso aos serviços e o funcionamento das Unidades Básicas de Saúde.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 19/10/2017 10h46 
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: