Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Polícia investiga autoria de ataque a loja da Vivo na General Mallet

12-05 Domingueira das Mães - CTG Querência Xucra

Penha de Troca da Patronagem - CTG Plácido de Castro - 25 de maio

Prestigie a reinauguração da Cremolatto em novo endereço no Calçadão de São Gabriel

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça sua Pós-Graduação na Unopar

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Polícia investiga autoria de ataque a loja da Vivo na General Mallet

Loja sofreu vandalismo nesta madrugada. Polícia vai investigar imagens das câmeras existentes nas proximidades
No final da manhã desta quarta-feira (6), a equipe do Instituto Geral de Perícias esteve na loja Vivo da Rua General Mallet, onde a mesma sofreu o que até o momento, se trata de um ataque à empresa, situada na Galeria Rosinha e que foi incendiada nesta madrugada. A autoria poderá ser descoberta a qualquer momento, visto que tinham várias câmeras de monitoramento nas redondezas.

Bombeiros precisaram quebrar vidraça para combater incêndio que começou na parte interna da loja

Tubos de cobre ficaram no local e podem ter sido usados para colocação de combustível para causar o sinistro
O estrago impressionou a quem passava por ali pela manhã. Os Bombeiros tiveram de quebrar a vidraça frontal para terem acesso ao prédio, visto que o incêndio estava na parte interna. Canos de cobre foram encontrados no local, que podem ter sido usados para colocar combustível no interior da sala que abriga a loja.

Fogo se alastrou para fachada, mas foi combatido pelos Bombeiros
O incêndio aconteceu por volta das 3h da madrugada, quando uma pessoa chamou a Polícia para informar que elementos teriam incendiado a loja. O fogo atingiu parte da fachada e poderia ter se espalhado se não fosse controlado em tempo. A Polícia Civil investigará as imagens das câmeras de vigilância das empresas situadas nas imediações.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 06/09/2017 14h46
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: