Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Justiça suspende processo licitatório para transporte público urbano e rural em São Gabriel

Colégio Perpétuo Socorro, 110 anos de história a serviço da educação

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Papelaria Saldanha agora em novo endereço

Vem aí a CVC em São Gabriel, a partir de 3 de junho

Inaugura nesta quinta em São Gabriel Lojão dos 10 Reais

Inscreva-se para o Vestibular de Inverno da Urcamp - aproveite as oportunidades

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

UNOPAR é a sua escolha para o futuro

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Participe das aulas de musicalização com as Tolerantes

Justiça suspende processo licitatório para transporte público urbano e rural em São Gabriel

Licitação para contratação emergencial de empresa para o transporte coletivo foi suspensa pela Justiça, por meio de liminar impetrada pela Coleurbanus e Expresso Batovi (foto arquivo C7)
A Justiça de São Gabriel concedeu liminar e suspendeu o processo licitatório para a contratação de novo sistema de transporte público urbano e rural, que vigoraria provisoriamente por 180 dias. A abertura dos envelopes com as propostas ocorreria nesta quinta-feira (10), mas a Justiça atendeu decisão liminar impetrada pelas empresas Coleurbanus e Expresso Batovi.

A decisão, exarada pelo Juiz de Direito Fábio Basaldúa Machado, suspende o processo e pede a anulação e revogação do Edital de Chamamento Público nº 006/2017 com a justificativa de que deveria haver condições adequadas para que ambas as empresas participassem da licitação e de que o processo estaria sendo "direcionado" em favor de uma empresa sediada na cidade de Bagé, que segundo denúncias, já teria veículos novos e adesivados com o brasão do município.

As empresas também alegam que não há fatores que justifiquem a emergencialidade da contratação temporária. Até o momento, o Executivo ainda não foi notificado da decisão, que deverá caber recurso.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 09/08/2017 17h30
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
1 Comentário(s)

Um comentário:

alisson matos disse...

Vai continuar os caco velho em são Gabriel
Hoje ao meio dia um ônibus da linha cidade nova bom fim quebrou perto da ponte do vacacai no sentido bairro centro