Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Educação Física de São Gabriel realiza atividades para estudantes com deficiência

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Agora em São Gabriel, preço e qualidade no mesmo lugar - Posto JP Santa Lúcia

Chega de pagar caro na conta de luz - Vá de Ecotec Energy

La Belle - Para mulheres de bom gosto

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel Previna-se com o Fisk - Wash your hands

Ichthus Sabores - Seu mais novo delivery em São Gabriel

Promoção Urbano 60 anos - 1 milhão em prêmios

Compre no Comércio local - Uma campanha CDL e ACI São Gabriel

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Apoie a economia de sua região, compre no seu comércio! Uma lembrança Sicredi Pampa Gaúcho

Studio H de Mana, em novo endereço

Chiabotto Lanches - a nova opção de lanches para a comunidade gabrielense

Educação Física de São Gabriel realiza atividades para estudantes com deficiência

Atividades aconteceram na quarta-feira, no Campus III da Urcamp (foto divulgação)
Na tarde de quarta-feira, 23, o campus III da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) de São Gabriel sediou a quarta edição da Paragincana. A ação promovida em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Associação de Pais e Amigos do Down (Pró-Down) e Urcamp tem como objetivo desenvolver atividades durante a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência.



A Paragincana reúne alunos inclusos da rede de educação de São Gabriel e, na ocasião, o curso de Educação Física desenvolve atividades físicas, recreativas e motoras com os estudantes.

Para o coordenador do curso, professor Rodrigo Guterres, os acadêmicos aprendem, na prática, o que é discutido em teoria na sala de aula, pois são várias atividades adaptadas, conforme a deficiência do estudante. “É um projeto fantástico”, diz.

Guterres frisa, ainda, que o evento proporciona aos alunos práticas que eles não estão acostumados vivenciar na escola, em razão de séries questões, como espaço físico, acessibilidade, entre outros casos. “É uma possibilidade deles se sentirem contemplados com a prática do exercício físico, adaptado a cada deficiência que eles têm”, acrescenta o docente.

Reportagem: Claudenir Munhoz/Urcamp/Especial C7 
Data: 25/08/2017 09h56
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: