Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Educação Física de São Gabriel realiza atividades para estudantes com deficiência

Colégio Perpétuo Socorro, 110 anos de história a serviço da educação

Papelaria Saldanha agora em novo endereço

Vem aí a CVC em São Gabriel, a partir de 3 de junho

Inaugura nesta quinta em São Gabriel Lojão dos 10 Reais

Prestigie o Jantar De Mãos Dadas, da Despertar e Voluntárias do Lar São João

Inscreva-se para o Vestibular de Inverno da Urcamp - aproveite as oportunidades

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça sua Pós-Graduação na Unopar

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Participe das aulas de musicalização com as Tolerantes

Educação Física de São Gabriel realiza atividades para estudantes com deficiência

Atividades aconteceram na quarta-feira, no Campus III da Urcamp (foto divulgação)
Na tarde de quarta-feira, 23, o campus III da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) de São Gabriel sediou a quarta edição da Paragincana. A ação promovida em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Associação de Pais e Amigos do Down (Pró-Down) e Urcamp tem como objetivo desenvolver atividades durante a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência.



A Paragincana reúne alunos inclusos da rede de educação de São Gabriel e, na ocasião, o curso de Educação Física desenvolve atividades físicas, recreativas e motoras com os estudantes.

Para o coordenador do curso, professor Rodrigo Guterres, os acadêmicos aprendem, na prática, o que é discutido em teoria na sala de aula, pois são várias atividades adaptadas, conforme a deficiência do estudante. “É um projeto fantástico”, diz.

Guterres frisa, ainda, que o evento proporciona aos alunos práticas que eles não estão acostumados vivenciar na escola, em razão de séries questões, como espaço físico, acessibilidade, entre outros casos. “É uma possibilidade deles se sentirem contemplados com a prática do exercício físico, adaptado a cada deficiência que eles têm”, acrescenta o docente.

Reportagem: Claudenir Munhoz/Urcamp/Especial C7 
Data: 25/08/2017 09h56
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: