Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: PROCON Municipal notifica postos de gasolina por preço dos combustíveis

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Agora em São Gabriel, preço e qualidade no mesmo lugar - Posto JP Santa Lúcia

Chega de pagar caro na conta de luz - Vá de Ecotec Energy

La Belle - Para mulheres de bom gosto

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel Previna-se com o Fisk - Wash your hands

Ichthus Sabores - Seu mais novo delivery em São Gabriel

Promoção Urbano 60 anos - 1 milhão em prêmios

Compre no Comércio local - Uma campanha CDL e ACI São Gabriel

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Apoie a economia de sua região, compre no seu comércio! Uma lembrança Sicredi Pampa Gaúcho

Studio H de Mana, em novo endereço

Chiabotto Lanches - a nova opção de lanches para a comunidade gabrielense

PROCON Municipal notifica postos de gasolina por preço dos combustíveis

Dentro de suas atribuições de fiscalização e vigilância em favor do cumprimento do Código de Defesa do Consumidor, o Escritório Municipal do PROCON de São Gabriel realizou notificações aos dez postos de combustíveis estabelecidos no Município, a respeito do valor do combustível repassado aos consumidores. A informação é da Secretária Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura, Juliana Medeiros (foto), a cuja pasta está subordinado o Procon do município.


Na Notificação Extrajudicial encaminhada às empresas, a secretária determina que os postos apresentem cópias das notas fiscais de aquisição de combustíveis, anteriores ao aumento do PIS e COFINS decretado pelo Governo Federal no último dia 20 de julho, e também as compras feitas após, num prazo de dez dias a contar de 25 de julho.  O objetivo é avaliar se o valor repassado ao consumidor é abusivo, e a desobediência à notificação poderá acarretar em processo de sanção.

A secretária enfatiza que a medida tem como base o papel disciplinar e regulador, que são atinentes às atribuições legais do Procon. “Longe de nós querer intervir na lógica do mercado. Não acreditamos nisso. No entanto, o Procon tem um papel legal do qual não pode se omitir, e a defesa do consumidor deve ser feita. Esta é uma excelente oportunidade para que os empresários do setor mostrem a transparência dos seus negócios e toda a comunidade sai ganhando”, destacou.

Reportagem: Cláudio Moreira/Prefeitura de São Gabriel
Data: 28/07/2017 10h17
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: