Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Polêmica: obras em sanga no Bairro Centenário geraram denúncia no MP

Prestigie o 45º Remate da Cabanha Santa Maria, em 7 de outubro, durante a 85ª Expofeira de São Gabriel

Dia 6 de outubro - a festa mais colorida do ano em rosário do Sul - Glow in the Dark 2

Festejos Farroupilhas de São Gabriel - confira a programação

Dia 19 de setembro, Fandango Tradicional do CTG Tarumã - animação com Garotos de Ouro

Faça o seu UnimedCARD, menos de 30 centavos por dia!

Setembro, mês da bíblia - Colégio Perpétuo Socorro

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Tchê Burger - Vai um tchê aí? Seu novo delivery de lanches em São Gabriel

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Máquina de cartões Sicredi - a máquina que vem com um parceiro de negócios

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Gás Querência - promoção apenas 75 reais o botijão, no dinheiro

Polêmica: obras em sanga no Bairro Centenário geraram denúncia no MP

Obras para ampliação de vazão em sanga no Centenário motivaram denúncia polêmica no MP
A troca de tubos em uma sanga no Bairro Centenário, realizada há semanas para dar fim aos alagamentos, motivou uma polêmica na Justiça. A Secretaria de Serviços Urbanos informou que uma denúncia foi feita ao Ministério Público, que estaria acionando a Prefeitura por uma suposta alteração no curso da sanga, de acordo com o Secretário Paulo Sérgio Barros da Silva.



Segundo o que informa o Secretário, a denúncia - que não foi informado quem fez - teria sido protocolada pelo Ministério Público. A alegação que foi repassada para a denúncia é de que a sanga faria parte da Sanga da Bica, que é patrimônio ecológico da comunidade, o que para o Secretário não procede.

"A obra foi feita obedecendo todos os pedidos de licenciamento, que foram autorizados pela FEPAM. É absurdo, porque a gente atendeu uma demanda histórica da comunidade, que vivia alagada aqui, tudo dentro da lei. Lamentamos quem tenha feito isso", afirmou. No local, atualmente, está sendo feito um replantio da vegetação e o desassoreamento da sanga para impedir os alagamentos.

A troca da canalização foi feita em 7 de junho de 2017, resolvendo um problema de mais de 40 anos, onde o bairro ficava alagado com as fortes chuvas. Vamos tentar ouvir o Ministério Público a respeito desta polêmica.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 04/07/2017 14h10
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: