Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Caso Bento: Justiça ouve testemunhas de crime em primeira audiência

Colégio Perpétuo Socorro, 110 anos de história a serviço da educação

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Papelaria Saldanha agora em novo endereço

Vem aí a CVC em São Gabriel, a partir de 3 de junho

Inaugura nesta quinta em São Gabriel Lojão dos 10 Reais

Inscreva-se para o Vestibular de Inverno da Urcamp - aproveite as oportunidades

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

UNOPAR é a sua escolha para o futuro

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Participe das aulas de musicalização com as Tolerantes

Caso Bento: Justiça ouve testemunhas de crime em primeira audiência

Primeira audiência do Caso Bento aconteceu na tarde desta segunda-feira, no Foro local
O Cartório Criminal da Comarca de Justiça de São Gabriel realizou na tarde desta segunda-feira, 25 de julho, a primeira audiência do Caso Bento, processo judicial para responsabilizar os envolvidos na morte do policial militar Bento Júnior Teixeira Borges, 36 anos, ocorrida na manhã de 25 de dezembro na entrada da cidade.

De acordo com a Juíza de Direito e titular do Cartório Criminal, Dra. Juliana Neves Capiotti, esta primeira audiência ouviu as testemunhas arroladas pela acusação que residem na cidade. "Paralelamente, foram expedidas precatórias para inquirir testemunhas que estejam residindo em outras cidades", afirmou em nota encaminhada à redação.

Em outra ocasião, serão ouvidas as testemunhas arroladas pela defesa e os réus. A magistrada ainda informou que devido ao grande número de testemunhas, a instrução foi cindida (repartida). Dez pessoas foram indiciadas pela morte do policial. Do lado de fora do Foro, familiares aguardavam nas proximidades, assim como havia grande reforço de policiamento.

Entenda o caso
Na manhã de 25 de dezembro, o policial militar Bento Júnior Teixeira Borges, 36 anos (foto), ao tentar apartar uma briga entre grupos (bondes) acabou agredido e morto cruelmente à golpes de facão, pedradas, socos e chutes, na área do Posto Batovi, na entrada da cidade. A situação se agravou após ele acertar com um disparo dois jovens, entre eles o jovem João Gabriel Ferraz, 16 anos, durante a intervenção e que acabou morrendo, o que despertou a fúria dos demais, que perseguiram o policial até a morte. O fato chocou a comunidade pela crueldade e repercutiu em todo o País. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 31/07/2017 15h17 
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: