Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Sindicato dos Servidores reivindica paridade nos conselhos do IPRESG

Colégio Perpétuo Socorro, 110 anos de história a serviço da educação

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Papelaria Saldanha agora em novo endereço

Vem aí a CVC em São Gabriel, a partir de 3 de junho

Inaugura nesta quinta em São Gabriel Lojão dos 10 Reais

Inscreva-se para o Vestibular de Inverno da Urcamp - aproveite as oportunidades

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

UNOPAR é a sua escolha para o futuro

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Participe das aulas de musicalização com as Tolerantes

Sindicato dos Servidores reivindica paridade nos conselhos do IPRESG

Assembleia do Sindicato pediu paridade no IPRESG, maior questão de conflito com o Executivo Municipal (foto divulgação)
Entre os itens da pauta da Assembleia geral realizada no último dia 8 deste mês pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Gabriel, a entidade destaca a mais problemática – a representação da classe junto ao Instituto de Previdência, o IPRESG.  Os servidores debateram a legitimidade da formação dos conselhos e concordaram que as indicações feitas pelo prefeito Rossano Dotto Gonçalves não está em consonância com o estatuto do IPRESG. De acordo com o artigo Art. 26, da Lei 2879/2005, o conselho de administração será formado por cinco membros titulares e respectivos suplentes, sendo três membros designados pelo Poder Executivo e dois, pelos servidores.

Já o conselho fiscal deve ser formado por cinco membros titulares, três indicados pelos servidores e dois pelo Poder Executivo. Nesse contexto, O sindicato reclama a sua representatividade legítima frente à classe. “O Sindicato é a única representatividade legitimada por lei para representar os servidores”, enfatizaram os membros da diretoria.  O sindicato destaca ainda, que embora a atual diretoria do IPRESG tenha sido formada por estatutários, isso não justifica a negativa da administração em aceitar os nomes indicados pela entidade para compor os conselhos do IPRESG. A preocupação é com a tomada de decisões complexas, já que esse assunto envolve  cifras de milhões que vão interferir diretamente no futuro de centenas de  servidores, no que se refere à aposentadoria dos mesmos.

A entidade reafirma que se não tiver sua representatividade aceita nos conselhos de administração e fiscal do IPRESG, reivindicará judicialmente, o cumprimento legal do estatuto do Instituto de Previdência.

Reportagem: Sindicato dos Servidores Municipais 
Data: 14/06/2017 11h00 
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: