Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Morre Belchior

volta as aulas perpétuo

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Volta às Aulas da Grazziotin, aproveite e parcele em até 10x no nosso cartão

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

19 de janeiro, Vestibular Unopar 2019. Inscreva-se!

Invista no primeiro shopping center de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Pague o IPTU em cota única e ganhe descontos! Até 11 de fevereiro

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Conheça a KJ Contabilidade Consultiva e saiba mais como fazer contabilidade com eficiência

Morre Belchior

Belchior morreu neste domingo, aos 70 anos, em Santa Cruz do Sul, onde estava morando há um ano (foto divulgação)
Uma semana após a morte de Jerry Adriani, outro grande nome da música popular brasileira nos deixou neste domingo (30). O cantor e compositor Belchior morreu em Santa Cruz do Sul na manhã de hoje. O músico estava morando em Santa Cruz há um ano e segundo informações preliminares, teria morrido dormindo, possivelmente por apneia, em residência no que morava no Bairro Santo Inácio. A causa da morte ainda não foi divulgada.



O corpo deverá ser transladado para a cidade de Sobral, Ceará, onde ele nasceu e o Governo do Estado decretou luto oficial de três dias. Belchior não tinha paradeiro certo desde 2008, quando se retirou da vida pública e por vezes, sumia e fugia. Os desaparecimentos chegaram a mobilizar as redes sociais, o que até hoje intriga fãs e jornalistas. Os motivos variam de questões financeiras a problemas emocionais. Em Santa Cruz, morava na casa do amigo Dogival Duarte, que o acolheu nestes últimos anos.

Mesmo assim, o talento de Belchior faz parte da história da MPB, com sucessos como "Apenas um Rapaz Latino-Americano", "Como nossos pais", "A Palo Seco", "Alucinação", "Medo de Avião", entre outros e ainda compôs sucessos para outros cantores. Ele teve mais de 20 discos lançados na carreira, que mesmo com a saída da vida pública, mantinha o reconhecimento pelos serviços prestados à MPB.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 30/04/2017 13h51 
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: