Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Morre Belchior

Casa do Sofá, agora em novo endereço! Confira!

De 5 a 9 de novembro - Descontão Por Menos em São Gabriel

05-12 Festa Final de Ano Lú Couros e Rafaela Weber - show com Sandro e Cícero

Inauguração da filial Porto Lanches na quinta, 10 de outubro

Matrículas abertas no Colégio Perpétuo Socorro para 2020!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Poupança? É Sim, Sicredi - Aproveite para fazer a diferença em sua vida financeira

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Morre Belchior

Belchior morreu neste domingo, aos 70 anos, em Santa Cruz do Sul, onde estava morando há um ano (foto divulgação)
Uma semana após a morte de Jerry Adriani, outro grande nome da música popular brasileira nos deixou neste domingo (30). O cantor e compositor Belchior morreu em Santa Cruz do Sul na manhã de hoje. O músico estava morando em Santa Cruz há um ano e segundo informações preliminares, teria morrido dormindo, possivelmente por apneia, em residência no que morava no Bairro Santo Inácio. A causa da morte ainda não foi divulgada.



O corpo deverá ser transladado para a cidade de Sobral, Ceará, onde ele nasceu e o Governo do Estado decretou luto oficial de três dias. Belchior não tinha paradeiro certo desde 2008, quando se retirou da vida pública e por vezes, sumia e fugia. Os desaparecimentos chegaram a mobilizar as redes sociais, o que até hoje intriga fãs e jornalistas. Os motivos variam de questões financeiras a problemas emocionais. Em Santa Cruz, morava na casa do amigo Dogival Duarte, que o acolheu nestes últimos anos.

Mesmo assim, o talento de Belchior faz parte da história da MPB, com sucessos como "Apenas um Rapaz Latino-Americano", "Como nossos pais", "A Palo Seco", "Alucinação", "Medo de Avião", entre outros e ainda compôs sucessos para outros cantores. Ele teve mais de 20 discos lançados na carreira, que mesmo com a saída da vida pública, mantinha o reconhecimento pelos serviços prestados à MPB.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 30/04/2017 13h51 
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: