Confira as mensagens de Natal e Ano Novo dos nossos parceiros

Vem para o Natal da Tottal Casa & Conforto

Vem aí o Reveillon Gaudério no CTG Querência Xucra, com animação de Os Serranos, 29 de dezembro

Invista no primeiro shopping center de São Gabriel

Confira os novos cursos na Unopar São Gabriel

Colabore para uma cidade limpa - Jogue Limpo com a sua Cidade

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Rádio RBC FM - A emissora da comunidade

Chega de pagar caro na sua conta de luz. Ecotec Energy

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Vem aí a Festa de Natal do EC Real, em 19 de dezembro

Os velhos problemas do Chiappettão

Durante forte chuva da segunda-feira, águas invadiram o Ginásio Chiappettão (foto Giancarlo Bina)
A cada vez que chove, o Ginásio Plácido de Castro (Chiappettão) transborda com as águas, devido aos problemas do telhado, que está defasado e precisa ser reformado, o que não é de hoje. As chuvas da noite de segunda-feira (20) fizeram com que as calhas mais uma vez não escoassem as águas e acabassem inundando o Ginásio. O fato, que já vem acontecendo há anos, ocorreu agora durante o treino do Palmeiras Futsal. Os desportistas defendem a construção de um novo Ginásio, visto que o Chiappettão já está defasado ou a conclusão do Ginásio Poliesportivo do Parque Municipal Dr. Eglon, que vem desde 2008.

O dirigente do Palmeiras, Giancarlo Bina, expressou a necessidade de um novo ginásio. "Há vários anos nós, desportistas, estamos falando da necessidade da construção de um novo Ginásio Municipal. O Chiapetão cumpriu brilhantemente sua meta, mas está defasado há anos. Eu mesmo joguei Joesg e já chovia lá dentro 30 anos atrás. Este vídeo mostra o treino do Palmeiras nesta noite, em preparação para a Série Bronze 2017. Sei que o Poder Público está se mobilizando para uma reestruturação do nosso 'Velho Plácido de Castro' de guerra, mas fica aqui meu questionamento: mais de 40 anos se foram desde sua inauguração e nossa política esportiva do Amador evoluiu?", questionou no Facebook.

Na sequência, vários desportistas pedem a construção de um novo local para o esporte amador. Outra explicação seriam erros no projeto original, onde a cobertura é dividida em duas partes, o que propicia o vazamento d'água em dias de chuva.

O que diz a Secretaria de Turismo?
Conversamos com a Secretária de Turismo, Juliana Medeiros Carvalho, que nos explicou a situação do Ginásio Plácido de Castro. Ela informa que uma solução paliativa será feita para amenizar estes problemas. "Vamos fazer uma reforma no que estiver danificado e fazer a limpeza e vedação das calhas, o que será paliativo. Quando tivermos recursos e condições, vamos buscar a reforma do telhado, só que para isso, o Ginásio precisaria ficar fechado por aproximadamente 6 meses", explicando que já estão sendo feitos projetos para buscar recursos para a troca do telhado, mas que por enquanto, serão feito reparos que permitam o uso do Chiappettão por mais um tempo.

Juliana informa que o mínimo necessário de recursos para uma reforma ideal do Chiappettão é acima de R$ 1 milhão. A meta a ser perseguida também é a conclusão do Ginásio do Parque Dr. Eglon, onde ainda faltam mais três etapas para isso. "Temos verba para a terceira etapa que já está nos bancos, mas ainda não foi liberada, em torno de R$ 1,5 milhões. Precisaríamos de mais de R$ 8 milhões para sua conclusão, vamos em busca deles até o final do mandato", dizendo que também estão sendo elaborados projetos junto ao Governo Federal para buscar estes recursos e que buscará esta reforma do Chiappetão enquanto não se concluir o Ginásio do Parque. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 21/02/2017 16h30
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: