Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Os resquícios da madrugada do terror em São Sepé

12-05 Domingueira das Mães - CTG Querência Xucra

Penha de Troca da Patronagem - CTG Plácido de Castro - 25 de maio

Prestigie a reinauguração da Cremolatto em novo endereço no Calçadão de São Gabriel

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça sua Pós-Graduação na Unopar

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Os resquícios da madrugada do terror em São Sepé

Retrato da destruição na agência do Sicredi de São Sepé, explodida por criminosos nesta madrugada (foto Fernando Ramos/FR News)
Ao amanhecer, a comunidade de São Sepé ainda estava surpresa e tentava assimilar a ação criminosa que causou terror na cidade na madrugada deste sábado (24), quando um grupo de ladrões assaltou as agências do Banco do Brasil e Sicredi. Doze bandidos tomaram vinte reféns na esquina das Ruas Visconde do Rio Branco com Coronel Veríssimo. Eles teriam fugido em direção a Pantano Grande, por volta das 2h.



Na fuga, eles levaram duas reféns, que foram libertadas na estrada. As jovens relataram que os bandidos usavam roupas do exército e comentaram que no Banco do Brasil não tinha dinheiro. Em nenhum momento elas foram ameaçadas. Uma das jovens contou que teve os dedos de uma das mãos esmagados quando tentou se segurar e um dos bandidos fechou a porta.

Informações da Brigada Militar de Caçapava do Sul, município próximo a São Sepé, indicam que pelo menos quatro pessoas ficaram feridas. Dois políciais militares foram baleados, um teria sido atingido na perna e foi transferido para o hospital de Santa Maria, para a retirada do projétil. E outras duas pessoas foram feridas com estilhaços do vidro que explodiu. Ninguém corre risco de morte. O local virou ponto de visitação dos moradores, ainda assustados com a chegada da criminalidade ao interior.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 24/12/2016 10h45 
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: