Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: "Nos braços da madrugada" vence a 23ª Estância da Canção Gaúcha

Para matar sua fome, pede uma Baita Pizza em São Gabriel! Clique aqui e saiba mais!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Conheça o novo endereço da Pohlmann Móveis em Madeira e Decoração

11-03-2020 - Pink Panther Night

07-03-2020 1º Baile do Chopp em São Gabriel

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Jogue Limpo Com a Sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Aqui na cooperativa dividimos os resultados - Vem para Sicredi Pampa Gaúcho

Studio H de Mana, em novo endereço

"Nos braços da madrugada" vence a 23ª Estância da Canção Gaúcha

"Nos braços da madrugada" foi a campeã da 23ª Estância da Canção, encerrada na madrugada desta segunda
Encerrada na madrugada desta segunda-feira (26), a 23ª Estância da Canção Gaúcha teve como vencedora mais uma composição de Edilberto Teixeira (in memoriam) e com parceria de um renomado músico gabrielense, que fala justamente da madrugada. "Nos braços da madrugada", com letra de Edilberto e música de André Teixeira, foi a campeã do festival, realizado neste final de semana, no Parque Tradicionalista Rincão das Carretas.


Em 2º lugar, ficou a música "Encanto", com letra e música de Volmir Coelho, que chama a atenção para a preservação da natureza e dos animais. Fechando, em 3º lugar, ficou a composição "Alçado", milonga com letra de Matheus Neves da Fontoura, Hugo Pedroso e música de Robledo Martins. O festival teve na sua última noite, além de um público diminuto, os shows de Volmir Martins na abertura e Jean Kirchoff no encerramento.

O baixo público leva a se questionar: será que vale a pena economizar para realizar um festival de renome como a Estância, assim como qualquer outro evento cultural da cidade? Confira agora, a classificação final do festival e os premiados, além da cobertura completa da última noite da Estância:

Estância Piá
Piá: Amanda Miranda Lauxen
Mirim: Anna Laura Cornel

23ª Estância da Canção Gaúcha
Resultado final

1º lugar -  "Nos braços da madrugada", letra de Edilberto Teixeira (in memoriam) e música de André Teixeira
Violões e vocais: André Teixeira, Edilberto Teixeira Neto e Guilherme Collares
Percussão: Fabrício Ocana e Ricardo Collares
Gaita botoneira: Ricardo Comassetto
Baixo e Vocal: Juliano Gomes
Interpretação: André Teixeira


2º lugar - "Encanto", letra e música de Volmir Coelho.
Violão: Volmir Coelho
Gaita acromática: Marcelo Badalssua
Violão base: Gustavo Gonzales
Contrabaixo: Aparício Maidana
Interpretação: Volmir Coelho


3º lugar - "Alçado", milonga com letra de Matheus Neves da Fontoura, Hugo Pedroso e música de Robledo Martins.
Violões solo: Halber Lopes e Marcelinho Carvalho
Violão base: Rafael Veiga
Guitarron: Geovani Silveira
Interpretação: Cristiano Fantinel e Alex Haar

Revelação: Marcelo Badalssua, por "Encanto"

Melhor Indumentária: André Teixeira

Melhor Tema Campeiro: "Virando lonca", chamarra com letra de Rodrigo Bauer e música de Matheus Alves
Violão: Matheus Alves
Guitarron: Marcelo Holmos
Interpretação: Ângelo Franco

Melhor Conjunto Instrumental: músicos da composição "Alçado"
Violões solo: Halber Lopes e Marcelinho Carvalho
Violão base: Rafael Veiga
Guitarron: Geovani Silveira

Melhor Intérprete: Cristiano Fantinel, por "Décima do Arrependido" e "Alçado"

Melhor Instrumentista: Mauro Silva, por "Atalhos"

Melhor Melodia: "Assim Será", chamarra com letra de Gujo Teixeira e Fernando Soares, música de Fabrício Harden.
Violão: Luciano Fagundes
Violino: Pedro Kaltbach
Interpretação: Joca Martins

Melhor Poesia: "Encanto"

Música mais popular: "Galopeando", vaneirão com letra de Lisandro Amaral e música de Edilberto Bérgamo.
Violões: Guilherme Collares, André Teixeira e Edilberto Teixeira Neto (Betinho)
Percussão: Fabrício Ocana e Ricardo Collares
Gaita botoneira: Ricardo Comassetto
Baixo: Juliano Gomes
Interpretação: André Teixeira e Guilherme Collares

Troféu Incentivo Cultural: Alex Silveira (recebido por Glauco Lemos)
Troféu Amadrinhador: Marina Arce



Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 26/09/2016 02h40 
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: