08 julho 2016

Praça Ecológica às escuras há meses

praça ecológica no escuro 002
Local está na escuridão há meses. À noite, fica perigoso passar nas proximidades
Há meses, a Praça Ramiro Meneghello, conhecida popularmente como Praça Ecológica, está sem luz em sua maior parte. Antes bem iluminada, o local agora fica na escuridão à noite e um provável abrigo para meliantes. Somente duas luzes, além da iluminação da rua, que chega parca no local, fazem sua presença.


praça ecológica no escuro 001
Há somente duas luzes funcionando e um pouco de iluminação da rua no local
Além dos aparelhos de ginástica, que completam três anos e meio estragados, a praça fica na escuridão à noite. Pelos cálculos, a situação estaria assim há mais de seis meses e nenhuma providência é tomada, assim como a vegetação que cobre a iluminação não é limpa.

Será preciso ocorrer um assalto ou algo mais grave para que se tome uma providência? Com a palavra, a Prefeitura.

Reportagem: Marcelo Ribeiro
Data: 08/07/2016 19h40
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.