Desfrute de um espetinho gostoso na Mas Bah Tchê Churrasquinho Gourmet em São Gabriel!

Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Conforto que cabe no bolso - Íbis Budget Porto Alegre

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Conheça todos os benefícios do Seguro de Vida Sicredi Essência!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

Gráfica F1 - Comunicação Visual e Gráfica Offset com qualidade e bom preço!

30 julho 2014

Empresa entra com liminar para impedir protesto contra reajuste da passagem

Protesto que aconteceria foi proibido por medida judicial obtida pela empresa (foto arquivo C7)
O protesto que seria realizado por estudantes da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) contra a reposição do valor das passagens do transporte coletivo urbano foi cancelado. O motivo, segundo informações é de que a Coleurbanus entrou com uma ação na justiça de interdito proibitório, pedindo o impedimento de qualquer ato de paralisação. Também teriam sido pedidas a retirada de qualquer página da rede social Facebook incentivando qualquer protesto, de acordo com fontes.


Com isso, os organizadores desistiram de fazer o protesto conforme vinha sendo convocado pela rede social e planejado para esta quinta, 31 de agosto. Uma mobilização no Centro está sendo montada por outros estudantes, o que ainda não é certo. Relatos teriam sido feitos de que haveria ameaça aos manifestantes mediante processo judicial. Vamos tentar falar com a direção da empresa para saber mais informações. 

2 comentários via Blogger
comentários via Facebook

2 comentários:

  1. Estranho então, estamos na ditadura novamente, até que eu saiba proestar de forma pacífica é livre neste país.

    ResponderExcluir
  2. É com um pesar imenso que vejo que não podemos nos manifestar, não são apenas os estudantes que se sentiram prejudicados, mas toda a população.Agora gostaria de entender como em pleno século 21, uma empresa entra na justiça para coibir um ato legal que é o da manifestação pacífica,e legítima. A praça é por excelência o espaço do povo,e assim se construiu historicamente como lugar da manifestação, da liberdade.A luta por direitos, inclusive o de ir, vir, estar e permanecer, como assegura a Constituição Federal, em seu art. 5º, XV.Sem falar que O direito a manifestação conquistado diz respeito inclusive a reunir-se de forma pacífica, em locais aberto ao público, conforme, art. 5º, XVI.Então mais uma vez eu me pergunto, como pode acontecer tal descalabro???
    Sou cidadã gabrielense e utilizo o ônibus para ir para a faculdade.Estou me sentindo cerciada dos meus direitos.

    ResponderExcluir

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.