30ª Fenadoce - Garanta seu ingresso

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Inverno Peruzzo - Desfrute com todos os sentidos

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

30ª Fenadoce - Garanta seu ingresso

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Inverno Peruzzo - Desfrute com todos os sentidos

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

09 maio 2013

Sentiu o cutuco?

Juarez Trindade
Colunista do blog

EXERCÍCIOS DE COERÊNCIA E DE COMPOSTURA
1. Excerto do editorial do jornal Estadão, que circulou em 07-05-2013:
“Quem acompanha com um mínimo de espírito crítico a trajetória política de Lula sabe do absoluto descompromisso do ex-presidente com a coerência. Lula fala o que quer, quando quer, movido por notável intuição político-eleitoral e comprovado senso de oportunidade. Não tem o menor escrúpulo de desdizer hoje o que afirmou ontem nem de fazer amanhã o que condenou hoje. Assim, Lula declarar que tem medo da “ditadura de um partido sobre os demais” e reprovar a prática de “relação promíscua para fazer política” não chega a ser surpreendente, mas é de um cinismo de fazer corar um monge de pedra.”   Sem comentários.


2. Não sei se a administração municipal de São Gabriel ainda pensa em fazer o tal de “referendo da qualidade da água” para ouvir a população sobre a quizila em torno do abastecimento a cargo da São Gabriel Saneamento. Ocorre que, novamente, as análises teimam em demonstrar que a água é própria para consumo humano, sendo agora a vez do Ministério Público endossar a tese. A partir do exame de amostras coletadas sob orientação da Promotoria, o Ógão aprovou parecer da lavra de Engenheiro Sanitarista, do próprio MP, que concluia pela potabilidade e adequação ao uso pela população.

3. Ora, com base nessa e em outra avaliação anterior, emanada do próprio órgão de fiscalização sanitária municipal, no mesmo sentido da potabilidade, fica cada vez mais difícil o Prefeito sustentar o seu discurso de campanha, que conduzia ao entendimento da volta da CORSAN. Primeiro, pela desnecessidade de referendo – manobra diversionista, no meu sentir - , uma vez que foi eleito juntamente com a promessa de voltar a água pública, constante de seu programa de campanha; segundo, haja vista que a qualidade da água é tecnicamente boa, sustentada por laudos oficiais, mandar embora essa empresa custaria coxuda indenização (não conheço o contrato entre a empresa e a cidade, falo em tese e pelo volume de dinheiro envolvido), pois a justa causa não poderia ser alegada.

4. O que não se explica, porém, é a comunidade ser chamada a pagar a indenização pela desapropriação da Juca Tigre e nem ter sido consultada sobre isso! Por que, nesse caso, não é convocado um referendo, uma vez que, NEM DE RASPÃO, esse assunto constou da campanha do candidato vitorioso? E vai torrar, de cara, mais de 7 milhões do orçamento municipal (5% de todo ele em 2013) pela terra, sem contar todo o aporte de recursos milionários que deverão surgir para materializar as homenagens ao indio Sepé! Mas, para isso, a população que se lixe! Ela que pague a conta e ponto final. A saúde, a conservação  pública geral, os investimentos, a atração de empresas (tudo isso promessas de campanha) que esperem. O índio e tudo que vem junto é mais importante, queira ou não o povo.

5. A batata da secretária municipal de educação está assando... Primeiro, o episódio com o diretor do Comércio, Romulo Farias, demitido e readmitido pessoalmente pelo Prefeito, após dura conversação em Palácio, onde o professor fez ver da inconveniência de seu afastamento. Hoje Rômulo não despacha mais com a profe Nilvanes, reportando-se diretamente ao Prefeito, passando por cima da estrutura em nome da boa convivência. Segundo, o episódio na escola João Goularte, péssima e tardiamente administrado por ela, emitindo uma nota infeliz, onde falava em tendencionismo do órgão que divulgou o fato, além de escrever/assinar essa pérola: “Em um desentendimento normal entre alunos, um desferiu um soco contra o outro”.  Se isso é “normal “ e se a consequencia é “soco”, imagino o que não seja um “desentendimento Anormal” e o que sucederia! Um tiro?

6. Não! Achar que alunos se desentendendo e se socando seja “normal” dentro de uma escola – e quem acha é a titular da “educação” de São Gabriel – conduz a entender certos movimentos, cujos ecos aqui na praia chegam, acerca de alguns nomes, como Naisy Machado e Branca Wiesel.

6. Balbo Teixeira assumiu o comando do PSB em São Gabriel. Na nova Executiva não constam as vereadoras Karen e Néca, maiores visibilidades locais do partido, ao lado de Balbo. O que isso significa? Muita coisa... ! Sentiram o cutuco?

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.