Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

20 abril 2013

TCE emite parecer desfavorável às contas do ex-prefeito Rossano

Contas no ano de 2010 da gestão de Rossano tiveram parecer desfavorável do TCE-RS. Ex-prefeito deverá se manifestar em nota nesta segunda-feira (foto arquivo C7)
Em sessão da 2ª Câmara nesta quinta (18) e levada a público na sexta-feira, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) emitiu parecer desfavorável à aprovação das contas de 2010 do ex-prefeito de São Gabriel, Rossano Gonçalves. A corte ainda determinou que o ex-gestor efetue o ressarcimento aos cofres do município de R$ 570.140,12. Cabe recurso da decisão, o que segundo fontes, já está sendo preparado por parte da defesa de Rossano.


O débito, conforme apontamentos de auditoria mantidos no voto do relator da matéria, conselheiro Pedro Figueiredo, decorre de inúmeras inconformidades, como pagamentos indevidos de diárias e adicional de insalubridade a diversos servidores, cujos cargos ou empregos não estavam contemplados em laudo pericial; auxílio e subvenção concedidos à revelia de lei municipal e prejuízo ao erário em rescisão amigável de contrato com empresa de construção civil.

O ex-prefeito ainda foi multado em R$ 1,5 mil, valor máximo previsto por lei estadual, por não observar normas de administração financeira e orçamentária. Confira a íntegra do relatório e o voto aqui neste link. Lembrando que o ex-prefeito Balbo Teixeira também teve pareceres neste sentido, no TCE, inclusive sendo votados pela Câmara de Vereadores no último ano

O contraponto de Rossano
Vamos tentar durante o final de semana, contato com o ex-prefeito para falar do assunto. Segundo informações na imprensa local, Rossano deverá se manifestar em nota possivelmente, na segunda-feira, para esclarecimentos sobre a questão. E o espaço está aberto.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.