10-11 Penha de Aniversário CTG Caiboaté - Chiquito e Bordoneio

Festa Night Out - 10 de novembro

Banner Caderno7 - Prêmio Press 2017

Saúde Plena é saúde para todos

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Clique aqui para se inscrever no Vestibular Urcamp 2018

Morre o jornalista Paulo Sant'Ana. Reviva as passagens por São Gabriel

Paulo Sant'Ana morreu na noite desta quarta-feira, aos 78 anos (foto DCM)
Morreu na noite desta quarta-feira, 19 de julho, um dos mais admirados, odiados e inquieto cronista do jornalismo gaúcho. O jornalista Paulo Sant'Ana faleceu aos 78 anos, após longa enfermidade. O falecimento do polêmico jornalista e torcedor devotado do Grêmio consternou a todos no Rio Grande do Sul. Sant'Ana esteve várias vezes em São Gabriel, sendo que duas delas se destacam.



Em 1988, o jornalista esteve com o Jornal do Almoço em São Gabriel, onde interagiu com a comunidade e intepretou "Foi um rio que passou em minha vida", de Paulinho da Viola, com músicos gabrielenses
Estes dois momentos foram em 1988 e 2008. No primeiro, Sant'Ana fazia parte do Jornal do Almoço, na época apresentado por sua colega Maria do Carmo e cujo programa esteve em São Gabriel, apresentado ao vivo da Praça Dr. Fernando Abbott. Em um dos momentos do programa, devidamente pilchado, ele fez muitas homenagens para a Terra dos Marechais e cantou "Foi Um Rio Que Passou em Minha Vida", de Paulinho da Viola, tendo o acompanhamento dos músicos Carlos Alberto Trindade (Bebeto), José Geraldo (Zé do Sax), Lídio Vieira (já falecido) e Pelé. Ele ainda participou de um jantar no Clube Comercial naquele dia. Ele esteve outras vezes em São Gabriel, sendo cliente assíduo da Galeteria do Brito, sendo um dos fãs e divulgadores do galeto do saudoso Abelino de Brito.

Em 2008, Sant'Ana esteve em São Gabriel para o lançamento do Instituto de Cardiologia na cidade. Na ocasião, trabalhávamos na Meio/Jornal Tribuna Popular e tiramos uma foto com ele
Em 2008, Sant'Ana esteve no ato de lançamento do Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul em São Gabriel - unidade que acabou não podendo se instalar após - na Prefeitura Municipal. Na época, o Prefeito era Balbo Teixeira e o jornalista esteve no ato, onde falou à imprensa, tirou fotos e ainda esteve no Bar "A Toka", que fica em frente ao Palácio Plácido de Castro.

Nascido em 15 de junho de 1939, trabalhou como feirante e inspetor de polícia na juventude, mas se encontrou no jornalismo, onde a partir de 1971, foi contratado como colunista de esportes do jornal Zero Hora e comentarista da Rádio Gaúcha. Mais tarde, passaria a fazer parte do Jornal do Almoço, na RBS TV Porto Alegre.

Ele passou a escrever crônicas sobre o dia a dia nos anos 90, depois de assumir a coluna da penúltima página de Zero Hora. Nas mais de quatro décadas, ganhou fama por seu olhar aguçado do cotidiano e pelas polêmicas que comprou. Ainda  casou-se duas vezes. Com Ieda, teve os filhos Jorge e Fernanda, que lhe deram três netos. Depois, casou-se com Inajara, mãe de Ana Paula. O velório ocorre na Arena do Grêmio, sendo aberto ao público a partir das 11 horas e o sepultamento às 17 horas, no Cemitério João XXIII.

Reveja os vídeos que foram postados por Magro Borin no Youtube. Em um deles, a apresentação da cidade no começo do Jornal do Almoço e o outro, a apresentação com os músicos da casa. Vai com Deus, Pablo!



Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 20/07/2017 10h36 
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: