12 de outubro, inaugura o novo Esquina+

10-11 Penha de Aniversário CTG Caiboaté - Chiquito e Bordoneio

Banner Caderno7 - Prêmio Press 2017

Saúde Plena site

festival de cerveja artesanal - site

Vírus mão-pé-boca: Pais de alunos da Escola CAIC querem providências

Escola CAIC não suspendeu aulas, segundo pais e estaria registrando casos do vírus (foto Google)
Pais de alunos da Escola Municipal Menino Jesus - CAIC, estão apreensivos com a falta de medidas efetivas para conter o vírus "mão-pé-boca". Segundo relato de uma das mães à reportagem, a Secretaria Municipal de Educação só tomaria alguma providência "se atingisse um determinado número de alunos, do contrário, que sigam em aula". O apelo é de que os pais compareçam para uma reunião na escola que acontecerá nesta quinta-feira, 23 de junho, a partir das 13h30, no próprio educandário.


Ao contrário do que tinha sido informado, a Escola registrou casos mas não foi interditada ainda, ao contrário da Escola Municipal José Lima. "Pois a Secretaria de Educação precisa de um número maior de crianças infectadas para fazer isso, estão levando na brincadeira. Temos essa reunião mas elas (da Secretaria) já nos disseram que a Escola estará em funcionamento", lamentou esta mãe, que ainda disse que a comunidade "precisa saber do que está acontecendo, estão escondendo a gravidade da situação", reclamou.

Esta reunião acontecerá amanhã na Escola, que fica no Bairro 3 de Outubro e os pais estão apreensivos pela falta de medidas por parte da Secretaria de Educação. Está dado o recado. Se a escola quiser se manifestar à respeito, o espaço está aberto, mas é preciso levar a preocupação dos pais à público, dentor do compromisso de informação independente.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 22/06/2016 21h31 
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
1 Comentário(s)

Um comentário:

Lutielevaz Santiago disse...

Sou de SG mas estou em Farroupilha.. meu filho teve esta sindrome..a Dr. Supos que poderia ser da escolinha por ser algo contagioso..mas nao teve nem um outro caso na mesma com as mesmas evidencias.. ele foi afastado por 7 dias.. tomou apenas um antibiotico, um spray para adormecer a boquinha ao se alimentar e pasta d'agua no corpinho...banho com sabonete de Glicerina sem perfume.. em menos de 7 dias ele estava melhor e retoenou as aulas.