10-11 Penha de Aniversário CTG Caiboaté - Chiquito e Bordoneio

Festa Night Out - 10 de novembro

Banner Caderno7 - Prêmio Press 2017

Saúde Plena é saúde para todos

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Clique aqui para se inscrever no Vestibular Urcamp 2018

Papo Reto no Caderno7

João Pedro Lemos
Colunista do blog

Tarifa de água mais baixa agrada a população
Resultado se comemora com fato e realmente todas as pessoas que tenho encontrado comemoram a redução da tarifa de água. Minha mãe que tem quase 80 anos vibrou com a nova tarifa, minha sogra e todos os parentes comemoram e dizem que o baixo custo melhorou o orçamento.



Bueno! Não tenho ouvido nenhuma reclamação sobre o sistema de distribuição de água e saneamento. Isso é o que realmente a população espera pagar menos por mais qualidade e mais investimentos e principalmente um cuidado especial com a cidade, buracos para conserto são bem tapados de forma que nem parece que foram abertos. Na minha rua apareceu um vazamento imediatamente foi concertado e a rua ficou perfeita.

Está realmente tudo certo, o resto é só politicagem sem eco junto à população, por uma questão óbvia, quem quer pagar mais caro pela água?

Falta contato popular
Tenho pensado de onde certas pessoas tiram determinadas idéias e a defendem sem nenhum respaldo popular! Ouço e leio tantos absurdos e às vezes não entendo onde pretendem chegar com tais idéias contra tudo e todos, mas principalmente contra o bom senso. Enquanto a maioria comemora, dois ou três apregoam o contrário, penso que seja no máximo para chamar atenção, porque não rende resultado nenhum. Vamos escutar o povão.

Que venha a chuva
Nassur matando a sede em uma das caminhadas no interior
O baixo índice de chuvas ainda preocupa o setor produtivo, mas a notícia de que vai chover muito em agosto e setembro é a grande expectativa do setor. Grande parte dos produtores já até preparou terra e sistemas de irrigação, agora é só esperar a chuva.

Até mesmo para fazer trilhas fica ruim sem chuvas, pois a falta de água em córregos dificulta o abastecimento dos ciclistas e desportistas desta modalidade. O baixo nível dos rios, córregos e pequenos lagos transforma a água potável num grande depósito de bactérias e ai não dá.

Quando a gente planeja uma trilha, mapeiam-se os pontos de reabastecimento de água potável para evitar a desidratação, se isso não for feito dá zebra, porque nas bikes ou a pé não se dispõe de grande espaço para se carregar água, o líquido precioso é também pesado e ocupa espaço.

A beleza do lago, mas que devido à seca, impossibilita o uso da água


Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: