Não feche negócio ainda! Vem aí novidade para sua casa própria!

Saúde Plena é saúde para todos

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Clique aqui para se inscrever no Vestibular Urcamp 2018

Policial civil casado com gabrielense é morto em Gravataí

Rodrigo Wilsen foi morto quando cumpria mandado em operação contra o tráfico. Ele era casado com a gabrielense Raquel Biscaglia, também policial civil (foto arquivo pessoal)
Na manhã desta sexta-feira (23), durante operação contra o tráfico de drogas em Gravataí, na Região Metropolitana, o policial civil Rodrigo Wilsen da Silveira, 39 anos, foi morto com um tiro na cabeça. Escrivão e chefe de investigação da 2ª Delegacia de Polícia do município, tentava cumprir um mandado judicial quando cinco criminosos atiraram contra os policiais e o atingiram.



Rodrigo era casado com a gabrielense Raquel Biscaglia Mozzaquatro, que também é policial civil e estava na mesma operação, vindo a presenciar a morte do marido. A operação ocorria em um condomínio de apartamentos na Travessa Hilbert e visava desarticular uma quadrilha de traficantes. O caso ocorreu no Condominio Paseo Centralle, que está isolado, apenas moradores podem entrar e sair. No local, diversos policiais estão mobilizados. Muito abalados pela situação, eles ajudam a consolar a mulher da vítima. Um psicólogo da corporação foi de helicóptero até o condomínio para prestar ajuda.


Dias atrás, o policial militar Geferson Rosolen, que residiu em São Gabriel e era casado com uma gabrielense, também foi morto em uma operação policial, em troca de tiros por engano com um policial civil. À família, nossos sentimentos por esta perda trágica de um trabalhador no cumprimento do seu dever.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 23/06/2017 09h41 
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: