10-11 Penha de Aniversário CTG Caiboaté - Chiquito e Bordoneio

Festa Night Out - 10 de novembro

Banner Caderno7 - Prêmio Press 2017

Saúde Plena é saúde para todos

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Clique aqui para se inscrever no Vestibular Urcamp 2018

Eleição de Comissão na Câmara causa racha entre vereadores de oposição

Eleição da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara causou grande atrito entre vereadores da bancada de oposição (foto arquivo C7)
A Eleição da Presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Vereadores gerou uma das maiores polêmicas já vistos e pode ter causado um racha sem precedentes na bancada de oposição. Isso porque os vereadores Evaristo de Oliveira (PPS) e Flávia Batista de Almeida (PP) votaram no vereador Adão Santana (PTB) para a presidência da comissão, em detrimento de Rossano Farias (PSB), que tinha concorrido ao posto.



A partir disso, o pai de Rossano, o ex-vereador Rômulo Farias "disparou" artilharia pesada nas redes sociais contra ambos, acusando-os de traição. "Entregar a Comissão com maior expressão e poder nas mãos da situação é um absurdo", lamentou nas redes, dizendo que os vereadores Evaristo e Flávia deveriam ter apoiado Rossano por fazerem parte da oposição ao Governo de Rossano Gonçalves (PDT). Estas foram as críticas mais leves que Rômulo fez, mas as manifestações do ex-parlamentar não pararam por aí, com fortes críticas.

Segundo informações, ambos votaram em Adão por ser um vereador mais experiente do que Rossano Farias e lamentaram esta discussão. A questão não parou por aí. Evaristo emitiu nota, onde lamentou a postura do ex-edil. "Foi uma votação interna e técnica, nessa hora não existe situação ou oposição, votei no mais experiente e preparado, no mais equilibrado para conduzir tamanha responsabilidade, frente à comissão técnica mais importante da Câmara", afirmando que "votará sempre de acordo com a minha consciência" e pela comunidade.

A polêmica não parou por aí. O vereador Rossano Farias emitiu nesta quarta-feira (25) um direito de resposta à Evaristo, se defendendo e falando que não era "despreparado e inexperiente" como o parlamentar teria se proferido a ele na nota anterior. "Para minha surpresa publicamente emite outra opinião, ou seja, mais uma vez faz uma coisa e fala outra", contestando que foi escolhido para ser o líder de oposição por ele mas não era preparado para presidir a CCJ e também questionando a lealdade de Evaristo com a bancada de oposição.

"Certamente és o agente político de São Gabriel que mais vezes trocou de lado, lembrando que cada lado representa uma ideologia partidária, ou seja, sua ideologia ou é temporária, ou vossa senhoria não provém de quaisquer ideologia", afirmou na nota. Antes mesmo do começo das sessões, a atual Legislatura começou "pegando fogo" em São Gabriel.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 25/01/2017 15h41 
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: