Anúncio Pink Panther Night

Ex-atletas do São Gabriel entre os mortos na tragédia da Chape

Chinho, que era diretor de futebol da Chapecoense e foi uma das vítimas na tragédia aérea, foi preparador físico do São Gabriel em 2006 (foto arquivo pessoal)
O acidente aéreo que vitimou o time da Chapecoense nesta madrugada na Colômbia fez vítimas que foram conhecidas do futebol gabrielense. Os diretores de futebol do clube, Emersson Didomenico (Chinho) e Eduardo Preuss (Cadu), passaram pelo antigo São Gabriel Futebol Clube em 2005 e 2006.


Na época, Chinho era o preparador físico do time, treinado por Cacau e que estava na primeira divisão do Campeonato Gaúcho, e Cadu era volante do time. Ambos participaram da fase de ascensão do time catarinense. Cadu chegou a jogar na equipe, mas após deixar a carreira por contusões, foi convidado a se tornar dirigente. Este é natural de Venâncio Aires, cuja morte foi lamentada por dirigentes do Guarani, onde também jogou em sua carreira.

O presidente do Esporte Clube São Gabriel, Roque Hermes, em contato da reportagem no começo da manhã antes no embarque da editoria para Porto Alegre, lembrou do profissionalismo de ambos e o bom trabalho realizado na época, também lamentando a tragédia. Muitos atletas e ex-integrantes do São Gabriel lamentaram a morte de ambos, principalmente a de Chinho, cujo trabalho foi decisivo para que a Chape tivesse sua ascensão no futebol brasileiro. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 29/11/2016 09h08 
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: