10-11 Penha de Aniversário CTG Caiboaté - Chiquito e Bordoneio

Festa Night Out - 10 de novembro

Banner Caderno7 - Prêmio Press 2017

Saúde Plena é saúde para todos

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Clique aqui para se inscrever no Vestibular Urcamp 2018

As consequências do impeachment em São Gabriel

Governo petista em São Gabriel perdeu a última base de apoio com a saída de Dilma Rousseff da Presidência
No começo da manhã desta quinta-feira (12), a Presidente Dilma Rousseff (PT) teve o afastamento do cargo sacramentado pelo Senado Federal por 55 votos a 22. Com isso, ela ficará afastada por 180 dias para a tramitação do processo de impeachment. Mas não se pode deixar de analisar que consequências o impeachment pode trazer para São Gabriel, visto que a cidade é administrada pelo PT. A maior pergunta que pode ficar é: o que o Governo Federal fez de concreto por São Gabriel nos últimos anos, sendo que com o partido lá em Brasília, as coisas teoricamente seriam mais fáceis?


A realidade é que fora a implantação do Programa Mais Médicos no município e a implantação da Universidade Federal do Pampa e outras obrigações inerentes a qualquer gestão, o Governo Federal nunca fez algo concreto pela cidade, assim como em muitos municípios do Estado. O tão falado "alinhamento das estrelas" nunca surtiu os efeitos esperados. E nos últimos anos, muito menos perspectivas e apoio, ainda mais com a escassez generalizada de repasses e recursos federais. O Governo Roque Montagner tentou buscar apoio, mas que nunca foi total por conta de que em inúmeras viagens à Brasília, os recursos foram poucos. E geralmente para segmentos mais próximos do Governo, como os assentados e outras classes sociais.

E o impeachment da Presidente, consequentemente o fim da gestão do PT no Governo Federal praticamente sepulta qualquer chance de sucesso nas urnas gabrielenses em outubro, objetivando a continuidade no Palácio. Isso trará reflexos profundos, pois pode associar o partido à fracasso de gestão. O que se vê na Terra dos Marechais há muito tempo é a falta de ações e uma cidade parada, resultado da pouca experiência administrativa.

Por outro lado, o PMDB local poderá ganhar com a assunção de Michel Temer à presidência. Porém, até onde se sabe, o partido está inativo em São Gabriel, de acordo com registros da Justiça Eleitoral até então. Mas a oposição local também ganha com isso. Mas por uma análise direta, o Governo Municipal perde de vez o apoio federal. Os reflexos serão sentidos mesmo nas eleições de outubro. Aguardaremos.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 12/05/2016 10h22
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: