Caderno7 na Expointer - banner redes sociais

03-09 Jantar-baile Os Monarcas - CTG Querência Xucra

São Gabriel participa do Dia de Campo Estadual do IRGA

dia_de_campo_estadual_IRGA_01-03-2016_063
Dia de Campo Estadual do IRGA teve grande presença de público e participação de gabrielenses no evento realizado na EEA em Cachoeirinha, na terça-feira
Mais uma vez, São Gabriel participou do Dia de Campo Estadual do Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA), realizado na manhã de terça-feira, 1º de março, na Estação Experimental do Arroz, em Cachoeirinha. O evento, que é um dos principais do Instituto para apresentar as novas tecnologias e experimentos realizados pelos pesquisadores para o desenvolvimento da lavoura arrozeira gaúcha, teve a presença de mais de mil pessoas, segundo o próprio IRGA.


dia_de_campo_estadual_IRGA_01-03-2016_023
Primeira estação falou sobre o Projeto 10, da cultivar 424 RI do IRGA e seus resultados na lavoura
Foram cinco estações principais e outras oito alternativas. A primeira estação tratou do tema "Projeto 10 - Cultivar IRGA 424 RI", que fala sobre o manejo para alto rendimento. conduzida pelo pesquisador do Irga Alencar Zanon e pelo engenheiro agrônomo do Flar, Luciano Carmona, o foco foi a cultivar Irga 424 RI com ensaios conduzidos a partir dos manejos preconizados pelo Projeto 10. Segundo Zanon, o objetivo é transferência de conhecimentos ao produtor e consequente redução dos custos do setor orizícola. “O projeto 10, manejo para alta produtividade de arroz, foi uma revolução para o arroz no Estado, saindo de uma média de 5,5 toneladas para quase oito mil toneladas por hectare.”

dia_de_campo_estadual_IRGA_01-03-2016_039
Segunda estação falou sobre combate às doenças como o Brusone
A segunda estação trata do tema "Manejo de doenças" sobre a prevenção de problemas como o Brusone, onde o Brasil está com problemas na área e as soluções, com o fitopatologista  Claudio Ogoshi e o extensionista do Nate de Itaqui, Gil Marques Neto. Segundo Ogoshi, o Estado vive hoje uma epidemia de Brusone, que é a principal doença da cultura irrigada e pode ocasionar até 100% de perdas na lavoura. “A principal causa são as cultivares suscetíveis”, disse mostrando ao produtor cultivares resistentes obtidas a partir de melhoramento genético, além de práticas de manejo, como época de semeadura, adubação, rotação de culturas, para evitar o desenvolvimento da doença.

dia_de_campo_estadual_IRGA_01-03-2016_066
Melhoramento genético e progressos foram o tema da terceira estação
A terceira estação do Dia de Campo Estadual do IRGA falou sobre Melhoramento Genético do Arroz, com as variedades e lançamentos de cultivares. Esta foi conduzida pela equipe de Melhoramento Genético e apresentada pelos pesquisadores Oneides Ozevani e Roberto Wolter. Foram mostradas as características de dez cultivares, entre elas, dois híbridos, lançados entre os anos de 2009 e 2013. Materiais com características e produtividades diferentes e qualidade parecidas, como a Irga 425, 426, 427, 428, 429, 430, 424 e 424 RI além dos híbridos Prime CL e QM1010 CL. Segundo ele, todos estes materiais foram testados e avaliados nas diferentes subestações do Irga.

dia_de_campo_estadual_IRGA_01-03-2016_076
Necessidade de escolher sementes qualificadas foi abordada na quarta estação
A quarta estação falou sobre as Sementes, onde apresenta a importância de ter uma semente qualificada e certificada para um plantio com produtividade e resultados. Os pesquisadores Flávia Tomita, Gustavo Soares e  extensionista de Viamão, Ronaldo Woyniak, falaram sobre a importância do produtor usar em suas lavouras semente de qualidade certificadas C1 e C2 e dizer não às sementes “bolsa branca” (piratas).  O representante da Basf, Felipe Ferreira, enumerou os sete passos para vencer o arroz daninho tais como utilização de sementes certificadas, irrigação no estádio recomendado, controle de escapes de arroz-daninho e invasoras, entre outros.

dia_de_campo_estadual_IRGA_01-03-2016_092
Última estação falou sobre o Projeto Soja 6000, que está sendo aplicado em São Gabriel
A última estação técnica tratou sobre o projeto Soja 6000, em que o pesquisador Darci Uhry descreveu as etapas do projeto, que segue os mesmos moldes do projeto 10. “A soja é a principal alternativa para rotação e melhoria do controle de plantas daninhas em áreas de arroz”, destacou.

Os participantes puderam escolher ainda, entre dois roteiros alternativos. O primeiro abordava plantio direto, pragas, irrigação automatizada e pós-colheita. O segundo roteiro abordou Bioclimático de arroz, plantas daninhas x irrigação, milho e mecanismos rompedores. Ao meio-dia, foi servido o tradicional carreteiro do IRGA, que impressionou pela qualidade e rapidez em servir o público presente.

dia_de_campo_estadual_IRGA_01-03-2016_108
Governador Sartori participou do almoço no encerramento do Dia de Campo e foi breve em seus discursos
O Dia de Campo ainda contou com a presença do Governador do Estado, José Ivo Sartori, que chegou acompanhado do Secretário Estadual da Agricultura, Ernani Polo e do presidente do IRGA, Guinter Frantz, que foram breves em suas manifestações para destacar o que o Instituto faz pelo desenvolvimento da cadeia arrozeira do Estado. Confira agora as fotos do que ocorreu por lá, em nossa cobertura exclusiva:


Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 03/03/2016 12h55
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: