Acompanhe nossa cobertura na Expointer 2017

03-09 Jantar-baile Os Monarcas - CTG Querência Xucra

Anúncio Domingueira Farroupilha - CTG Plácido de Castro

Festejos Farroupilhas de São Gabriel - Clique aqui para ver a programação

Livramento: Prefeito reduz salários e exonerará CCs para diminuir gastos com pessoal

Prefeito Glauber Lima assinou decreto de redução do seu salário, de secretários e assessores, além de exoneração de 20% dos CCs (foto ASCOM/PMSL)
Queda de repasses constitucionais da União e do Estado desequilibraram a relação receita/gasto com pessoal, fazendo com que o município ultrapassasse o índice previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal

Santana do Livramento - O Prefeito Glauber Lima teve que tomar novas medidas para tentar reequilibrar a relação receita/gasto com pessoal, cujo limite máximo permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal é de 54% da Receita Corrente Líquida. No último relatório quadrimestral, referente ao período de setembro a dezembro de 2015, o município atingiu 56,12% de gasto com pessoal, exigindo do Chefe do Poder Executivo novas medidas para conter a crise. Glauber afirmou que esse é o pior momento que os municípios estão vivendo na última década, com diminuição de repasses constitucionais da União e do Estado, desequilibrando as contas e provocando o colapso dos serviços públicos.


Diante desse quadro, o prefeito decretou a diminuição do próprio salário em 15% e dos Secretários Municipais, Diretores Presidentes e demais Diretores de Autarquias, Secretários Executivos, Diretores de Departamento Técnico, Administrativo ou Operacional e Assessores Técnicos de Nível Superior em 10% a partir de fevereiro, além de determinar a exoneração de 20% dos Cargos em Comissão (CCs). Além disso, decretou a eliminação das despesas com horas-extras.


Glauber enfatizou que “todas as prefeituras, em maior ou menor medida, estão sofrendo duramente com a diminuição dos repasses, uma vez que planejaram seu custeio e investimentos em cima de uma projeção de transferências constitucionais do Governo Federal e do Governo do Estado que não se realizou em 2015. Somente a Secretaria da Saúde do Estado deve a Livramento quase 2 milhões de reais em compromissos assumidos e não cumpridos. Assim fica insustentável manter integralmente os programas que temos na Atenção Básica, como a Estratégia de Saúde da Família” – exemplificou o prefeito.

Reportagem: ASCOM/Prefeitura 
Data: 29/01/2016 22h02
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: