10-11 Penha de Aniversário CTG Caiboaté - Chiquito e Bordoneio

Festa Night Out - 10 de novembro

Banner Caderno7 - Prêmio Press 2017

Saúde Plena é saúde para todos

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Clique aqui para se inscrever no Vestibular Urcamp 2018

Inquérito de irregularidades na Santa Casa é concluído pela Polícia Federal


Investigações que foram originadas em auditoria estão verificando se há envolvimento do ex-provedor e atual Prefeito, Roque Montagner, segundo a Rádio Gaúcha (foto arquivo C7)
Rádio Gaúcha afirma que Prefeito Roque Montagner está sendo investigado pela PF

Uma notícia agitou a comunidade neste começo de tarde da quarta-feira (13), divulgada pela Rádio Gaúcha. A Polícia Federal concluiu o inquérito que investigava um desvio de recursos da Santa Casa de Caridade, que teve uma auditoria no ano passado para apurar irregularidades que teriam resultado no desvio de R$ 300 mil da instituição, entre 2004 e 2012. A emissora afirmou que, embora o processo tramite em sigilo, o Prefeito Roque Montagner (PT), que foi Provedor da instituição no período, está sendo investigado.


De acordo com o delegado federal Fernando Caldas Bivar Neto, não é possível apurar  qual e a conclusão do inquérito que foi encaminhado ao Ministério Público Federal (MPF). A determinação é do Tribunal Região Federal da 4ª Região (TRF4), pois um dos investigados é uma autoridade política em atividade, ou seja, tem foro privilegiado. Além disso, como a investigação é sobre desvio de verba federal, o processo tramita em sigilo. Segundo fontes consultadas pela emissora, o investigado é o atual Prefeito, Roque Montagner.

Ouvido pela reportagem da emissora, Roque nega tudo. “Eu não tenho conhecimento de desvio de recurso nenhum. O que possivelmente possa ter acontecido ao hospital foi por necessidade de promover algumas despesas, e essas despesas que foram feitas, foram através de recibos de autorização de pagamento. E uma funcionária, que fazia o fluxo de caixa, por negligência, não cumpriu a função dela, deixando de encaminhar esses recibos para serem contabilizados”, diz. “A única coisa que existe é isso aí. Não houve desvio de recursos e não houve pagamentos indevidos”, afirmou ao repórter João Pedro Lamas. Montagner ainda argumentou que isso é "intriga da oposição".

Além dele, mais quatro pessoas são investigadas. A denúncia partiu de uma funcionária que teria sido demitida na época e que motivou o provedor do hospital, Luiz Carlos Venturini Dotto a contratar uma empresa para fazer uma auditoria. Elee entregou este resultado ao Ministério Público, que encaminhou-o às autoridades competentes. Este inquérito pode ter sido por pedido de vereadores de oposição, que chegaram a ir na Polícia Federal na época. 

Entramos em contato com a Comunicação Social da Prefeitura para saber se o Executivo se manifestará a respeito da questão, que se tornou pública a partir da notícia da emissora. Pode ser uma bomba política neste começo de 2016 em São Gabriel.


Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações da Rádio Gaúcha
Data: 13/01/2016 13h21 
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: