Acompanhe nossa cobertura na Expointer 2017

03-09 Jantar-baile Os Monarcas - CTG Querência Xucra

Anúncio Domingueira Farroupilha - CTG Plácido de Castro

Festejos Farroupilhas de São Gabriel - Clique aqui para ver a programação

Câmara de Vereadores aprova contas dos ex-prefeitos Balbo e Rossano

Contas de Balbo e Rossano foram votadas agora à noite na Câmara de Vereadores
Em decisões surpreendentes, a Câmara de Vereadores levou à votação na noite desta segunda-feira (9), as contas das gestões de Baltazar Balbo Garragori Teixeira (PSB) e Rossano Dotto Gonçalves (PDT) referentes aos anos de 2008 e 2011. As votações acabaram derrubando os pareceres da Comissão de Finanças e Orçamento, que recomendavam a rejeição das contas e que seguiam o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE). 


A votação foi surpreendente por que a votação das contas foi decidida em questão de horas. Nas contas de Balbo, o relator foi o vereador Paulo Sérgio Barros (Nenê, PDT) e pelas contas de Rossano, o relator foi o vereador André Lemes (PT), ambos dando parecer pela rejeição das contas de governo de 2008 e 2011, respectivamente. 

Com decisão, ambos podem concorrer nas eleições de 2016 (fotos arquivo C7)
Em ambos, as contas foram aprovadas por 10 votos a 3. Votaram pela aprovação os vereadores Adão Santana (PTB), Paulo Sérgio, Vagner Aloy, Sildo Cabreira (PDT), Marcos Vieira, Valdomiro Lima (PSDB), Karen Lannes (SD), Cilon Lisoski, Claudiomiro Borges (PR) e Cacaio Lannes (DEM). Votaram contra e pela rejeição, os vereadores Sandra Xarão (PT), Néca Bragança (Rede) e Caio Rocha (PP). O vereador André esteve ausente. 

A decisão de colocar as contas em votação nesta noite pegou o Governo de surpresa, visto que em sessões anteriores, governistas lotaram a Câmara para pressionar os vereadores a votar e rejeitar as contas dos dois ex-prefeitos e provavelmente, uma nova mobilização estava prevista. A vereadora Sandra Xarão, inconformada com o resultado, disse que houve um "acordão" e que "nunca viu coisa igual". Dos 15 vereadores, apenas três seguiram o parecer do TCE, ou seja, pela reprovação das contas dos dois políticos.

Os ex-prefeitos comemoraram a decisão, embora não presentes à casa, mas acompanhavam tudo por informações e redes sociais. Com isso, ambos estão liberados pela casa para concorrer às eleições de 2016, que prometem ser as mais disputadas da história de São Gabriel.

Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: