Trevo Gás Representante LiquigásTelecel Gabrielense VIVO - Ligando você com o mundoSindicato Rural de São Gabriel-RSRestaurante e Pizzaria Seu Bentôô

Obinotel São GabrielObinotel São GabrielFisk São GabrielColégio Perpétuo Socorro São GabrielConheça a sanduicheria da Padaria ModernaMestre José - O vidente da BahiaÊxito Cursos e ConcursosPrefeitura de São Gabriel-RS



ÚLTIMAS NOTÍCIAS

AS MANCHETES DO DIALeia Mais



sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Papo Reto no Caderno7

João Pedro Lemos
Colunista do blog

O Tradicionalismo em nossa vida
O Parque Tradicionalista Municipal mostra que realmente São Gabriel é um grande centro da cultura gaúcha na Fronteira Oeste. Dito pela Primeira prenda do Rio Grande do Sul Raquel Pinheiro, uma das cidades que mantém viva a Ronda Crioula, tradição original que Paixão Cortes quando esteve em São Gabriel no ano passado ressaltou. Como tenho dito o mais importante é que toda essa tradição com uma série de atividades mantida na Reculuta Municipal é dirigida por jovens da patronagem da Coordenadoria Tradicionalista Municipal.



São Gabriel avança muito neste sentido, mantendo a tradição cria inovações que transforma os festejos farroupilha num verdadeiro culto a história de nosso Estado com seus costumes, hábitos, hospitalidade e características que fazem do Rio Grande do Sul um Estado único.

Shows que vão do talento local ao grande nome de Cesar Oliveira e Rogério Mello, que também gabrielenses dão destaque a nossa música. Não existe rincão sem baile e para isso diariamente a CTM proporciona grandes bailes à noite para reviver também costumes do nosso pago.

Uma característica importante nessa realização é que hoje o Parque Tradicionalista Municipal acabou por popularizar o tradicionalismo e todo o gaúcho que se sentia um pouco sem espaço para encontrar amigos, para expor suas ideias, contar seus causos, lá dispõe do lugar também para reviver e quem sabe aprender algo novo a esse respeito. Isso é ter compromisso com uma cultura é tentar ao máximo possível expor seus ideais que não se restringem a uma comemoração, mas a um rememorar do nosso passado.

Entender nossa cultura é saber se situar dentro do entendimento pessoal, nossa origem, jeito de ser é levar todo esse conhecimento ao coletivo. Só convivendo pode-se entender o nosso tradicionalismo, porque é mais do que simplesmente entendê-lo, é senti-lo e se sentir dentro dele.

Assim somos todos gaúchos independente da situação e todos os detalhes de nossa realidade social estão presentes nessa história, somos uma pátria que se constrói, cada um dando sua parte e a exemplo de Garibaldi, aqueles que se achegam, também nos ajudam a construir um novo amanhã gaúcho. Viva o tradicionalismo, viva são Gabriel, terra de gaúcho.


Compartilhar
Blogger
Facebook
Disqus

comments powered by Disqus

Nenhum comentário:

Compartilhe
Menu
Mais lidas

Cadastre seu e-mail

Siga-nos no Google+

Quem nos visita pelo mundo

© Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul Traduzido Por - Mais Template Designed By Seo Blogger Templates